Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
20/07/20 às 13h06 - Atualizado em 20/07/20 às 13h24

Bolsa Alimentação para creches e escolas será paga nesta semana

COMPARTILHAR

Renovação dos contratos vai possibilitar auxílio até o fim do ano letivo de 2020. Cerca de 128 mil crianças e estudantes serão beneficiados

 

Nathália Borgo, ASCOM/SEEDF

 

Foto: Tony Winston, da Agência Brasilia

 

Até o final desta semana, a Secretaria de Educação vai efetuar o pagamento da Bolsa Alimentação, por meio do Cartão Material Escolar. Serão beneficiados cerca de 106 mil estudantes de 70 mil famílias.

 

O valor da Bolsa Alimentação para julho foi calculado para 23 dias úteis, considerando R$ 3,98 por refeição. Aqueles estudantes que têm uma alimentação por dia na escola receberão R$ 91,54 e os que fazem duas refeições por dia terão creditados R$ 183,08.

 

Creche

 

Também para esta semana foi antecipado o pagamento da Bolsa Alimentação Creche referente aos meses de junho e julho, que estava previsto para o fim do mês. Serão beneficiadas 22.436 crianças de 21 mil famílias. No total, elas vão receber R$ 300.

 

O benefício é de R$ 150 por mês, para crianças de 0 a 5 anos da rede, calculado proporcionalmente ao gasto com alimentação que está incluído nos R$ 803,57 repassados mensalmente às conveniadas da Secretaria de Educação pelo atendimento de cada estudante matriculado. Os valores vêm da redução dos contratos com as creches conveniadas enquanto durar a suspensão dos atendimentos.

 

Histórico

 

A Bolsa Alimentação (BA) e a Bolsa Alimentação Creche (BAC) foram criadas pelo governador Ibaneis Rocha para garantir a assistência alimentar e nutricional aos estudantes durante o período de suspensão das aulas por força da pandemia da covid-19.

 

Os contratos para as recargas mensais haviam sido firmados considerando-se os períodos de suspensão das aulas. A princípio de três meses. Mas o secretário de Educação, Leandro Cruz, determinou a prorrogação do benefício.

 

“Para não ocorrer interrupção no auxílio, o novo contrato prevê a cobertura das bolsas até o fim do ano letivo, se necessário, devido à pandemia“, afirma o secretário.

 

Foi preciso um novo processo com o BRB para a renovação do contrato de acordo com os novos calendários.

 

Para garantir que as famílias recebam os valores sem atrasos, a secretaria está trabalhando com todas as possibilidades, independentemente do que venha a ocorrer em relação à pandemia. Com isso, renovou os contratos de recarga com o BRB até o fim do ano letivo, para evitar a necessidade de novos procedimentos administrativos.

 

Onde comprar

 

As famílias podem utilizar os benefícios na compra de alimentos em qualquer estabelecimento, como supermercados, mercados, mercadinhos de bairros, restaurantes e padarias. O BA e o BAC foram criados pelo GDF para que nenhum estudante ficasse sem merenda. A Secretaria ainda indica a lista de Gêneros Alimentícios, da Diretoria de Alimentação Escolar, como sugestão para manutenção de uma dieta rica e nutritiva para as crianças.