Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
16/08/19 às 17h18 - Atualizado em 19/08/19 às 14h13

Caravana da Educação visita 10 escolas do Recanto das Emas

COMPARTILHAR

Iniciativa leva servidores da SEEDF para ver de perto a realidade da rede

 

Guilherme Marinho, Ascom/SEEDF

 

A EC Vila Buritis foi a segunda a receber a caravana nesta sexta-feira (16/8). Foto: Mary Leal, Ascom/SEEDF

A caravana da Educação retorna neste semestre e abre a maratona de visitas a escolas na Coordenação Regional de Ensino (CRE) do Recanto das Emas, nesta sexta-feira (16). A iniciativa, desenvolvida nesta gestão, promove a aproximação da equipe diretiva da Secretaria de Educação do Distrito Federal (SEEDF) com as unidades de ensino. O titular da pasta, Rafael Parente, explicou que a caravana proporciona um momento de diálogo com a direção escolar. “É um prazer conhecer as escolas de perto. Ver que apesar de problemas, fazem um trabalho excelente. Nós do gabinete, das subsecretarias e da CRE estamos aqui para servir e ajudar a transformar a realidade das unidades de ensino da rede distrital. Sempre para melhor”, garantiu o secretário.

 

A primeira parada da comitiva foi no Centro Educacional (CED) Myriam Ervilha, na divisa com o estado de Goiás. A escola fica a dois quilômetros de Santo Antônio do Descoberto (GO), cidade do Entorno. Erguido em 1962, o colégio atende 1.406 estudantes do 6º ano do ensino fundamental até o 3º ano do ensino médio. À noite, a unidade oferece a educação de jovens e adultos (EJA) em todos os segmentos. Atualmente são cerca de 400 matriculados.

A jovem escritora Júlia de Andrade oferece o livro Entre mundos ao secretário de Educação, Rafael Parente. Foto: Mary Leal, Ascom/SEEDF

 

O diretor do Myriam, José Aldias, acredita que a ação é fundamental para melhorar a rede. “Mostra que a Secretaria quer saber o que acontece nas escolas. Deslocar uma equipe para visitar as unidades vai ajudar a criar um diagnóstico preciso da educação no DF”, afirmou. Prestes a terminar o ensino médio, a estudante Júlia de Andrade, do 3º ano, deu um presente ao secretário: um livro escrito por ela. Intitulada “Entre mundos”, a publicação é uma ficção inspirada na fantasia. “Tem vampiros, centauros e zumbis”, adiantou a escritora de 17 anos.

 

Cores diversas

 

Com um bloco de cada cor, 780 estudantes matriculados e duas turmas de ensino especial, a Escola Classe (EC) Vila Buritis foi a segunda visita da caravana. A diretora, Dionne Magalhães, aproveitou a oportunidade e revelou um desejo da população que mora nas proximidades do colégio. “Recebo a caravana com grande expectativa de que os problemas da escola sejam resolvidos. Esta é a única escola da região que oferece o ensino fundamental do 1º ao 5º ano e há um pedido da comunidade para que haja mais uma unidade” apontou a gestora.

 

A professora Adriana Gwen acredita que o projeto é inovador. “Estou há 26 anos na rede e é a primeira vez que vejo o secretário ir às escolas”, afirmou a docente.

 

Depois foi a vez do Centro de Ensino Fundamental (CEF) Buritizinho, na comunidade de Águas Quentes, receber a van da Educação. Criada há um ano, a escola possui 177 estudantes de 4 e 5 anos. A gestora do CEF, Vânia Rodrigues, trabalha na educação publica do DF desde 2011 e assegurou que não via a hora de conversar com a comitiva. “Estávamos ansiosos para que ele visse nossa realidade. Temos alguns problemas estruturais e esperamos ajuda”, destacou.

 

Libras

 

Coral de libras apresenta a música Trem Bala. Foto: Mary Leal, Ascom/SEEDF

Para fechar a manhã, a secretaria itinerante foi ao CEF 301, um dos polos inclusivos da rede. De imediato, todos foram convidados a assistir a uma apresentação cultural dos alunos do 5º ano. As crianças cantaram e interpretaram em Libras a música Trem bala.

 

O diretor da instituição, Altivo Gomes Júnior, explicou que o CEF 301 atende 900 crianças de 1º ao 5º ano do ensino fundamental e mais 200 jovens e adultos no 1º e 2º segmentos da EJA. Para ele, a caravana é uma ação que une toda a rede. “A iniciativa traz um olhar de quem está ‘lá em cima’ para conhecer a escola. A equipe da secretaria vai in loco ver o que tem de bom e o que pode melhorar”, analisa o professor Júnior, como é mais conhecido na comunidade.

 

A van da secretaria passou ainda por mais seis escolas – CEF 113, CEF 115, CEI 310, EC 510, EC 102 e uma visita surpresa. No primeiro semestre, a caravana conheceu 105 escolas nas 14 regionais de ensino do DF.

 

Veja as fotos da Caravana