Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
17/05/19 às 16h34 - Atualizado em 17/05/19 às 16h36

Caravana visita oito escolas em Santa Maria

COMPARTILHAR

Thais Rohrer, Ascom/SEEDF

 

 

Foto: Mary Leal, Ascom/SEEDF

A Caravana da Educação chegou em Santa Maria nesta sexta-feira (17). Oito escolas da região administrativa recebem a visita do secretário de Educação do DF, Rafael Parente junto com uma equipe itinerante do órgão, composta por representantes de todos os setores da SEEDF. As visitas são uma oportunidade para conhecer os projetos desenvolvidos nesses locais e saber quais as demandas de melhorias mais urgentes.

 

A iniciativa tem o objetivo de estreitar os laços entre a SEEDF e unidades escolares que compõem a rede pública do DF. “Estamos trabalhando para resolver as demandas que chegam até nós e queremos estar mais perto do dia a dia das escolas. É bom saber dos projetos de sucesso e avaliar os pontos que ainda estão desfavoráveis”, comenta Rafael Parente.

 

Foto: Mary Leal, Ascom/SEEDF

O coordenador da Regional de Ensino da Santa Maria, Augusto Freire, completa: “Vamos fazer o possível para agilizar os pedidos feitos pelos estudantes e professores para melhorias nas escolas, encaminhando os processos na Secretaria e buscando outras formas de recursos, como as emendas parlamentares.”

 

Pela manhã, a comitiva da Educação começou as visitas no CEF Sargento Lima, conhecido por Escola do Campo, devido às reconhecidas atividades ambientais desenvolvidas. “Essa escola foi o primeiro local que trabalhei na Secretaria, em 1997. É bom ver que o trabalho pedagógico desenvolvido aqui é de qualidade e que os estudantes seguem envolvidos com temáticas ligadas à sustentabilidade”, conta a chefe de assessoria especial da SEEDF, Janaína Almeida.

Incentivo à leitura

Foto: Mary Leal, Ascom/SEEDF

Em cada parada da Caravana havia uma oportunidade de verificar o quanto a educação impacta positivamente a vida das crianças, adolescentes e jovens. A leitura é o carro-chefe em muitas escolas. A segunda parada foi no Centro de Ensino Fundamental 316, que tem os livros como companheiros assíduos no cotidiano dos alunos. “Eu sou viciada em livros e sei que sem leitura não há aprendizagem. O hábito de ler ajuda em todas as disciplinas e transporta os estudantes para momentos incríveis”, conta a professora do CEF 316 Amanda Batista. Ela desenvolve projetos de leitura no local, com incentivo a todos e premiação para aqueles que leem a maior quantidade de livros. A média de leitura por bimestre entre os alunos é de 15 exemplares.

 

Depois, a equipe seguiu para o Jardim de Infância da 116, escola surpresa que a Caravana da Educação visitou. No local, projetos de literatura infantil dividem espaço com recursos tecnológicos da sala de informática que mostram o quanto as histórias dos livros e a tecnologia podem conviver harmonicamente para desenvolver a criatividade e a aprendizagem.

Proteja nossas crianças!

Foto: Mary Leal, Ascom/SEEDF

A última unidade da manhã foi a Escola Classe 116. Lá, o estudantes já tinham participado de uma caminhada nos arredores em lembrança ao Dia Nacional Contra o Abuso e a Exploração Sexual Infantil. Os pequenos estavam com flores para lembrar da importância da proteção das crianças.

“Eu amo minha escola e gosto de todas as atividades daqui. Quero continuar estudando aqui e já sei ler e escrever”, conta Isaque Ferreira, de 7 anos, que sonha ser professor de educação física ou jogador de futebol.

À tarde, o circuito segue para o CEF 209, CEF 308 e uma escola surpresa na região de Santa Maria. Por fim, será realizada uma reunião na Escola Classe 203. Santa Maria é a sexta regional a receber a equipe gestora da SEEDF. Antes, a caravana passou por Samambaia, Ceilândia, Planaltina, Taguatinga e Gama.