Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
7/06/20 às 8h49 - Atualizado em 8/06/20 às 9h32

Começa formação dos professores para a retomada 2020

COMPARTILHAR

De 8 a 12 de junho, Eape promove cursos para produção de material didático e uso das plataformas Google G Suite e Moodle

 

Málcia Afonso, Ascom/SEEDF

 

Foto: Alvaro Henrique, Ascom/SEEDF

 

A rede pública do Distrito Federal segue mobilizada para receber os estudantes de forma remota. Na semana de 8 a 12 de junho, a Subsecretaria de Formação Continuada dos Profissionais da Educação (Eape) promove três cursos on-line, voltados para a produção de material didático e uso das plataformas Google e Moodle. O propósito é preparar e apoiar as equipes pedagógicas para atuarem nesse novo momento, sem a interação presencial. As inscrições podem ser feitas até esta segunda-feira (8/6), no site da Eape.

 

Os participantes terão a oportunidade de fazer uma imersão neste novo mundo do ensino remoto. Uma das novidades é que os interessados  poderão se inscrever para todos eles. A carga horária para os três é a mesma, 30 horas. As formações incluem encontros virtuais ao vivo, mas em horários diferentes. Devido ao grande número de acessos, a plataforma Sigeape ficou instável. Por isto, as inscrições estão sendo recebidas via formulário.

 

 

→ Produção de material didático – práticas sociais, design e proposta metodológica:  encontros virtuais ao vivo nos dias 8, 9, 10 e 12 de junho, às 14h ou às 20h

→ Moodle on-line – atividades na plataforma: encontros virtuais ao vivo nos dias 10 e 12 de junho, às 11h, 17h ou 19h

→ G Suite – ferramentas do Google para a educação: encontro virtual ao vivo no dia 10/6, às 9h ou às 21h30

 

 

“Na formação para produção de material didático, vamos abordar uma proposta metodológica que parte da didática da pedagogia histórico-crítica, do princípio epistemológico da interdisciplinaridade e da perspectiva de avaliação formativa. Vamos discutir passos, momentos para a produção de atividades que favoreçam as aprendizagens dos estudantes”, destaca o subsecretário da Eape, André Bento.

 

Nos cursos para Google G Suite e Moodle, as equipes pedagógicas vão conhecer as ferramentas e recursos. “A ideia é que os profissionais da educação possam atuar nessas plataformas de fato como ambientes virtuais de aprendizagem e não apenas como repositórios de atividades”, completa André Bento.

 

O subsecretário adianta que novas ações formativas já estão sendo preparadas e serão realizadas por meio de videoconferências, lives e podcasts. Nelas, serão tratadas outras temáticas igualmente relevantes, tais como aprendizagens socioemocionais, autocontrole e saúde mental.

Ano letivo

As formações da semana de 8 a 12 de junho fazem parte do cronograma anunciado pelo secretário de Educação, João Pedro Ferraz, em live, no dia 3 de junho. De 15 a 19 de junho, os professores vão produzir os conteúdos para os ambientes virtuais de aprendizagem. De 22 a 26 de junho, todos os estudantes poderão entrar na plataforma Google Sala de Aula para se adaptarem às salas virtuais. Em 29 de junho, o ano letivo será retomado, com aferição da frequência e acesso gratuito ao Google Sala de Aula.

 

A plataforma Google já está disponível para os estudantes e professores do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental e para o Ensino Médio. De segunda a sexta-feira, são transmitidas teleaulas, realizadas para os professores, para todas as etapas e modalidades, pelas TVs Justiça e Gênesis (manhã) e União (tarde).

Confira também:

Mensagem de boas-vindas aos professores

 

Critérios de atuação dos profissionais no ensino não presencial já estão publicados

 

Ano letivo será retomado dia 29 com internet para todos

 

A live, ponto a ponto