Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
18/03/20 às 17h00 - Atualizado em 18/08/20 às 16h23

Creche

 

O Bolsa Alimentação foi estendido para as crianças de 0 a 5 anos atendidas nas creches e instituições parceiras da rede pública de ensino do Distrito Federal.

 

Total de crianças atendidas: 22.758 crianças de 0 a 5 anos

Veja mais dados sobre o atendimento em creches e instituições parceiras em Nossa Rede.

 

Instruções de cadastro e desbloqueio

O benefício é de R$ 150 por mês, pago proporcionalmente ao tempo que durar a suspensão do funcionamento das unidades escolares.

 

As aulas nas instituições parceiras estão suspensas em atendimento à decisão judicial proferida na Ação Civil Pública 0000254-50.2020.5.10.0007, que tramita na 7ª Vara do Trabalho de Brasília-DF.

 

O benefício é calculado proporcionalmente ao gasto com alimentação que está incluído nos R$ 803,57 repassados mensalmente às conveniadas da Secretaria de Educação pelo atendimento de cada criança matriculada.

 

Os valores vêm da redução dos contratos com as creches conveniadas enquanto durar a suspensão dos atendimentos.

 

Créditos

 

O benefício foi instituído em março, assim que as aulas nas instituições parceiras foram suspensas. Já foram realizados três pagamentos. O primeiro ocorreu no dia 1º de abril, no valor de R$ 60, proporcionalmente aos dias 24/3 – início da suspensão das aulas para as creches conveniadas – e 5/4. O valor total do investimento foi de R$ 1.250.280,00, beneficiando 20.838 crianças e 19.990 famílias.

 

O segundo pagamento foi realizado no dia 16 de abril, no valor de R$ 150, referente ao período de 6/4 a 5/5, totalizando 3.203.820,00 em investimento e beneficiando a mesma quantidade de crianças e famílias do primeiro crédito.

 

Já a terceira creditação foi no dia 20 de maio, no valor de R$ 125, proporcional aos dias 6/5 e 31/5, que era a data final da suspensão das aulas à época. O investimento total foi de R$ 3.039.935,00, beneficiando 22.134 crianças e 20.972 famílias.

 

O quatro e quinto pagamento foram realizados no dia 24 de julho, no valor total de R$ 300, referente aos períodos de 1º a 30 de junho e de 1º a 31 de julho. Nesses dois pagamentos do Bolsa Alimentação Creche, em parcela única, foram beneficiadas 22.436 crianças de cerca de 21 mil famílias. O total investido foi de R$ 6.877.916,43.

 

A sexta parcela será paga em breve. Será referente aos dias 1º a 31 de agosto, no valor de R$ 150, totalizando investimentos de R$ 3.748.651,39. Serão beneficiadas 22.758 crianças de 0 a 5 anos. Cerca de 600 famílias, que matricularam crianças em creches no último mês, vão receber novos cartões já com os créditos.

 

Esse número ainda pode aumentar, visto que a Secretaria de Educação voltou a efetivar matrículas de crianças nas creches conveniadas. Dessa forma, enquanto a suspensão das aulas presenciais for mantida, esses novos matriculados também terão direito ao Bolsa Alimentação Creche.

 

Cartões

 

Cerca de mil novos cartões do Bolsa Alimentação Creche (BAC) foram entregues para os beneficiados em 25 a 29 de maio. Esses cartões foram confeccionados posteriormente ao início do programa porque a Secretaria de Educação encontrou divergências nos dados de matrícula das crianças beneficiadas, que tiveram de ser corrigidas para a emissão das informações corretas.

 

Outros 1.700 cartões, aproximadamente, deixaram de ser retirados na primeira entrega geral realizada pela Secretaria de Educação e podem ser retirados junto às coordenações regionais de ensino. Os beneficiários do Cartão Material Escolar (CME) que ainda não pegaram os cartões também poderão ir aos locais indicados no cronograma para fazer a retirada.

 

A primeira entrega dos cartões para as 19.989 famílias beneficiadas foi realizada entre os dias 27 de março e 2 de abril.

 

Onde utilizar

 

As famílias deverão utilizar o valor de cartão, preferencialmente, na compra de alimentos produzidos pela agricultura familiar e pelos empreendedores familiares rurais.

 

Veja no menu ao lado, a lista de alimentos proposta pelos nutricionistas da rede pública de ensino do DF.