Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
20/09/19 às 14h08 - Atualizado em 20/09/19 às 16h50

Estudantes da rede expõem no CCBB

COMPARTILHAR

 

Painéis de tecido retratam a diversidade da fauna e flora do cerrado

 

Da Redação, Ascom/SEEDF

 

 

Estudantes da rede pública participam da exposição Salve meu Cerrado, com seus paineis divulgados no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB), até o dia 22/9. Essa ação faz parte do Projeto Parque Educador.

 

Os jovens puderam retratar pela arte a fauna e a flora do cerrado. Espécies desse bioma foram reveladas pelas tonalidades do próprio solo do cerrado e, também, por tintas coloridas, que ajudaram a promover um processo de sensibilização das questões relacionadas ao tema.

 

A estudante Maria Clayne Pereira Barbosa, 11 anos, relata que aprendeu a receita da tinta feita com pigmentos naturais. “Nós pegamos a terra, misturamos com água e colocamos um pouco de cola”. O resultado, segundo ela, ficou muito bonito.

 

“Essas atividades são importantes no processo de construção dos conhecimentos dos estudantes e contribuem para que a educação socioambiental se efetive na escola. Compreender como os estudantes manifestam, por meio da arte, suas percepções, críticas e proposições nos fazem perceber a relevância da ação no seu contexto vivido, concebido e representado”, frisa o professor Hugo de Carvalho Sobrinho, responsável/executor do projeto Parque Educador pela SEEDF.

 

A professora, Mércia Paiva, arte-educadora e integrante da equipe de educação ambiental da SEEDF ressalta que: “essa ação retratando o cerrado por meio da arte, colabora com o envolvimento ativo, crítico e transformador. Além disso, é uma atividade que contempla a portaria que institui a Política de Educação Ambiental da SEEDF”.

 

Além de participar como expositores no CCBB, os alunos do programa também vivenciaram outros momentos culturais no espaço com sessão de cinema e visitação na mostra VAIVÉM.

 

Educação socioambiental

 

As diversas atividades do Parque Educador incentivam o contato mais profundo com a educação ambiental durante visitas às seis unidades de conservação do DF que participam da inciativa. Desde o primeiro semestre de 2018, mais de 3,5 mil estudantes, entre 6 e 13 anos, de 148 escolas do DF, participaram do programa. A iniciativa é uma parceria entre a Secretaria de Educação do DF, a Secretaria do Meio Ambiente do DF e o Instituto Brasília Ambiental.