Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
11/02/20 às 19h57 - Atualizado em 12/02/20 às 10h37

Gestores das escolas públicas são diplomados

COMPARTILHAR

Os 1.292 gestores, de 646 unidades escolares da rede pública do DF, foram eleitos em novembro

 

João Gabriel Amador, Ascom/SEEDF

 

Diretora Lucélia Linhares (esq.) e a vice-diretora Fernanda Navajas, da Escola Classe 415 Norte. Foto: Robson Dantas

 

Os diretores e os vice-diretores das escolas públicas do Distrito Federal foram diplomados nesta terça-feira (11/2). A solenidade contou com a presença do vice-governador Paco Britto e do secretário de Educação, João Pedro Ferraz. Os 1.292 gestores, de 646 unidades escolares da rede pública do DF, foram eleitos em novembro e cumprem mandato até o fim de 2021.

 

“As eleições para diretores foram um exemplo da gestão democrática em nossa rede. Esses mestres, vestidos de gestores, são responsáveis para conduzir os destinos da educação. Cabe a eles cuidar dos maiores tesouros da sociedade, que são as crianças, adolescentes e jovens”, afirmou Ferraz.

 

Paco Britto destacou as ações em prol da educação pública no DF, entre elas, o projeto de Gestão Compartilhada com a Segurança, o Cartão Material Escolar, destinado aos alunos de famílias de baixa renda, e o Cartão Pequenos Reparos, que será entregue aos gestores para contratação de serviços de manutenção nas escolas. “No último ano, foram investidos mais de R$ 5 bilhões na educação do DF”, pontuou o vice-governador.

 

Foto: Robson Dantas, Ascom/SEEDF

 

As eleições, realizadas em novembro, contaram com a participação de 1.560 candidatos, muitos deles em busca do primeiro mandato como gestor. Foi o caso de Lucélia Linhares Sales, eleita na Escola Classe 415 Norte, após trabalhar na unidade como secretária e professora. “Estou muito animada com esse novo desafio. Acredito que o foco deva ser a inclusão, trabalhar para que a criança vivencie o aprendizado. Para isso, quero resgatar a participação dos pais e contar com a colaboração dos colegas”, prevê a nova gestora.

 

Mas há também quem aposte na experiência para dar continuidade ao trabalho realizado. Após 10 anos como vice-diretor, Danilo Mendonça foi aprovado para o segundo mandato como diretor do Centro Educacional Osório Bacchin, em Planaltina, e dá dicas de como fortalecer o ensino. “É preciso ser proativo. Buscar sempre parcerias e novidades, pois as expectativas dos jovens são altas e devemos ir atrás para atendê-los. Esse trabalho diário pela melhoria é o que faz diferença”, defende o educador.

 

Foto: Robson Dantas, Ascom/SEEDF

 

Outras 37 escolas contam com gestores nomeados pela Secretaria de Educação e realizarão eleições ainda neste primeiro semestre. São casos de unidades de ensino onde não houve candidatos ou nas quais as chapas não foram referendadas.