Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
15/09/20 às 20h45 - Atualizado em 16/09/20 às 11h53

Profissionais da educação e do patrimônio cultural trocam experiências

COMPARTILHAR

Jornadas do Patrimônio DF vão até novembro, com atividades transmitidas pelo Canal da EAPE no YouTube

 

Marilene Almeida, Ascom/SEEDF
*Estagiária supervisionada

 

Foto: Toninho Tavares/Agência Brasília

 

As Jornadas do Patrimônio DF 2020 vão até o dia 26 de novembro com atividades remotas, transmitidas ao vivo no Canal da EAPE no YouTube. O objetivo dos encontros é proporcionar que especialistas e profissionais da educação e do patrimônio cultural compartilhem seus conhecimentos com um propósito em comum: a valorização da diversidade cultural do Distrito Federal. Seminários, mesas-redondas, palestras, apresentações de textos e artigos científicos compõem as principais atividades do evento.

 

“A iniciativa têm promovido espaços para a construção de saberes e trocas de experiências, fortalecendo os vínculos e as relações entre patrimônio local, nacional e internacional. É uma ação que fortalece a dimensão da cultura na educação por meio da valorização das especificidades da história do Distrito Federal”, afirma Rodrigo Capelle Suess, um dos organizadores das Jornadas e integrante da gerência Educação Ambiental, Patrimonial, Língua Estrangeira e Arte-Educação da Secretaria de Educação (Geapla/SEEDF).

Histórico

As Jornadas são abertas a todo cidadão e organização brasiliense com interesse em participar junto às instituições de diferentes esferas de atuação. O engajamento mostra que o poder público e a sociedade civil são capazes de ampliar e qualificar coletivamente o debate sobre a educação e o patrimônio cultural, mesmo em tempos tão desafiadores.

 

Criadas pela Lei nº 5.080/2013, ocorrem anualmente, com a participação de diversos órgãos e instituições. A equipe organizadora desta edição foi composta por representantes das secretarias de Educação, Cultura e Turismo; da Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF); do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan); do Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) e da Universidade de Brasília (UnB).

Confira a programação:
  • 17/9 – das 10h às 12h: Patrimônio Imaterial e Cultura Popular – Lançamento do Catálogo de Mamulengos do Distrito Federal
    Debate sobre a política de preservação do patrimônio cultural imaterial no Distrito Federal; experiências e práticas com artistas populares e lançamento da publicação virtual “Catálogo de Mamulengos do Distrito Federal”, produzida por bonequeiros e pelo Iphan.

 

  • 8/10 – das 19h às 21h: A Educação Patrimonial e Museal no Distrito Federal. Dia do Patrono da Educação – Paulo Freire
    Mesas virtuais para reflexão sobre democracia cultural, educação patrimonial e museal, a partir da edição do aniversário de 60 anos de Brasília da Revista Com Censo.

 

  • 22 e 23/10: Retransmissão da Conferência Internacional “Educação Patrimonial em Ação: tecendo relações entre museus, escolas e territórios” – horário a definir
    Evento realizado no âmbito do projeto de pesquisa internacional “Educación Patrimonial para la inteligencia territorial y emocional de la ciudadanía. Análisis de buenas prácticas, diseño e intervención en la enseñanza obligatoria”.

 

  • 27/10 – das 19h às 21h: Gestão do Patrimônio do Distrito Federal
    Debate sobre o papel social e protetor dos bens culturais do DF e a importância da Educação Patrimonial como estratégia de articulação na gestão pública e privada dos patrimônios.

 

  • 5/11 – das 19h às 21h: Patrimônio Cultural e a Educação Patrimonial na Nova Normalidade; Dia da Cultura e aniversário de Aloísio Magalhães
    Reflexão sobre os desafios das transformações humanas com a pandemia da covid-19 e o papel da educação patrimonial na cidade e no campo.

 

  • 19/11 – das 19h às 21h: Quem faz patrimônio Cultural no Distrito Federal?
    Lançamento do livro “Ceilândia, minha quebrada é maior que o mundo”, produzido pelo Iphan em parceria com a Secretaria de Educação, com apoio do Instituto BRB, TCB e do Programa Jovem de Expressão. Foram 18 meses e 250 pessoas participaram do projeto.

 

  • 26/11 – das 19h às 21h: Patrimônio e Educação em Perspectivas
    Programação que fecha as Jornadas do Patrimônio do DF 2020, com o olhar sobre a conexão entre a educação e o patrimônio, e as reflexões para o próximo ano.
Acesse os vídeos da programação de 17/08 a 1º/09:

» 17/08A Escola como Patrimônio Cultural no Distrito Federal 

» 25/08Reflexões Sobre o Turismo Pedagógico em Brasília 

» 31/08Audiência Pública Remota da Câmara Legislativa do Distrito Federal – CLDF 

» 1°/09O Distrito Federal no Contexto dos 60 anos de Brasília