Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
15/12/20 às 7h48 - Atualizado em 16/12/20 às 15h46

Riacho Fundo I e II terão mais 3.400 vagas nos centros de línguas

COMPARTILHAR

Em dois anos, regional do Núcleo Bandeirante aumenta em quatro vezes o atendimento em CILs, passando de 1.450 para 6.300 estudantes

 

Malcia Afonso/ Ascom SEEDF

 

Novo CIL do Riacho Fundo II irá atender 2.400 estudantes. Foto: Mary Leal, Ascom/SEEDF

 

O secretário de Educação, Leandro Cruz, lançou nesta segunda-feira (14) a pedra fundamental do novo Centro Interescolar de Línguas do Riacho Fundo II, que irá funcionar na Quadra 8, no terreno onde fica o Jardim de Infância 01. Em breve, será inaugurada a sede do CIL do Riacho Fundo I, na área do Centro de Ensino Médio 01, que fica na QS 14. É uma conquista importante para estudantes e toda a comunidade. Juntos, os dois centros vão ganhar mais 3.450 vagas. As aulas, que hoje acontecem apenas à noite, com inglês e espanhol, serão nos três turnos, incluindo agora o francês.

 

Localizado na Quadra 8 do Riacho Fundo II, novo CIL da cidade terá inglês, espanhol e francês. Foto: Mary Leal, Ascom/SEEDF

“Estamos conseguindo escutar a rede, entender suas necessidades, suas prioridades. Quando se realiza dentro da prioridade, o pouco se transforma em muito.  Aqui, no Riacho Fundo II, vamos conseguir atender, com esta obra, cinco vezes mais estudantes”, comemorou Leandro Cruz, ao lançar a pedra fundamental do CIL do Riacho Fundo II.

 

O investimento será de R$ 2,7 milhões, com recursos do Programa de Descentralização Administrativa e Financeira (PDAF), sendo R$ 2 milhões da SEEDF e R$ 730 mil de emenda do deputado distrital Leandro Grass. A obra deve ser concluída em março de 2021. Atualmente, o CIL do Riacho Fundo II funciona no espaço da Escola Classe 02, e atende 500 estudantes de inglês e espanhol. Com as novas instalações, atenderá mais de 2.400 estudantes, nos três turnos, para inglês, espanhol e francês.

 

O secretário executivo, Fábio Sousa, também ressaltou a importância de ouvir os gestores e atender suas prioridades. “A escuta ativa é a melhor forma de conhecer as diferentes realidades de nossas escolas e de atender suas necessidades. Cada uma tem suas próprias demandas, algumas específicas e outras comuns a todas, assim como seus potenciais, e é em cima deste diálogo que estamos trabalhando”, afirmou.

Participaram da solenidade a coordenadora da regional do Núcleo Bandeirante, Ana Maria Alves da Silva, e a administradora do Riacho Fundo II, Ana Maria da Silva.

 

Novo CIL também no Riacho Fundo I

 

Em breve, será inaugurada a sede do CIL do Riacho Fundo I, na área do Centro de Ensino Médio 01, que fica na QS 14. Dos atuais 550 estudantes atendidos, também apenas à noite, para inglês e espanhol, aumentará a capacidade para 2.000, nos três turnos, com a novidade do francês. A adequação das instalações teve investimento de R$ 1.1 milhão, sendo R$ 250 mil com recursos da SEEDF e R$ 850 mil via emendas do deputado distrital Roosevelt Vilela.

 

“É muito emocionante tudo que está acontecendo, as reformas, as obras, e recebermos aqui a visita do secretário Leandro Cruz, que está ouvindo as nossas demandas, dando voz aos nossos gestores, fazendo esta parceria com as regionais de ensino”, disse a coordenadora da CRE, Ana Maria Alves da Silva.

 

Ensino de línguas

 

CIL do Riacho Fundo I irá funcionar no terreno do CEM 01, que teve a visita do secretário de Educação, Leandro Cruz. Foto: Mary Leal, Ascom/SEEDF

A regional de ensino vem buscando ampliar o atendimento do ensino de idiomas na rede pública e melhorar a infraestrutura oferecida nos centros de línguas. Em 2020, com a mudança da sede da CRE, as antigas instalações, que ficam no próprio Núcleo Bandeirante, deram lugar ao novo espaço do CIL da cidade, aumentando a capacidade de 400 estudantes, no período noturno, para 1.900, nos três turnos.

 

Diálogo

 

CED 01 do Riacho Fundo II recebe a visita do secretário de Educação, Leandro Cruz. Foto: Mary Leal, Ascom/SEEDF

Nesta segunda-feira, Leandro Cruz também participou de uma reunião com os gestores na sede da CRE do Núcleo Bandeirante, que fica na Candangolândia, para ouvir suas demandas e sugestões. Essa foi a quinta regional visitada pelo secretário de Educação com o objetivo de conhecer os problemas e as potencialidades das escolas. Ele já esteve no Recanto das Emas, Brazlândia, Santa Maria e Ceilândia.

 

O secretário também visitou o Jardim de Infância, no Riacho Fundo II, e o Centro de Ensino Médio 01, no Riacho Fundo I.

 

A CRE do Núcleo Bandeirante é responsável pelas 35 escolas da rede pública das regiões administrativas da cidade, do Núcleo Bandeirante, do Riacho Fundo I e II, da Candangolândia e do Park Way. Ao todo, elas atendem 28 mil estudantes de todas as etapas e modalidades, da educação infantil ao ensino médio.

 

Riacho Fundo I e II terão mais 3.400 vagas nos centros de línguas