Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
6/10/20 às 17h28 - Atualizado em 6/10/20 às 17h28

Secretaria de Educação firma contrato com mais uma operadora de internet móvel

COMPARTILHAR

Assinatura com a Vivo aconteceu nesta terça-feira, 6/10, para fornecimento de pacote de dados pagos pela SEEDF

 

Málcia Afonso, Ascom/SEEDF

 

Foto: Álvaro Henrique, Ascom/SEEDF

 

Mais uma operadora de internet móvel fez o credenciamento junto à Secretaria de Educação para o fornecimento de pacote de dados a estudantes e professores com cobrança reversa. A assinatura do contrato com a Vivo aconteceu nesta terça-feira (6/10). O serviço, que permite o acesso com o custo pago pela Secretaria de Educação, estará disponível até a próxima sexta-feira, 9/10.

 

A Tim e a Claro já haviam firmado contrato em 16/9. “É mais uma vitória para a educação pública do Distrito Federal. Seguimos com o esforço para levar ensino remoto de qualidade a todos os estudantes e proporcionar melhores condições de trabalho aos profissionais da educação”, afirma o secretário de Educação Leandro Cruz.

 

Os pacotes de dados com o custo pago pela SEEDF são para acesso exclusivo à plataforma Google Sala de Aula. Basta ter um dispositivo móvel com chip ativo e baixar o aplicativo Escola em Casa DF. Para a Educação Infantil e os anos iniciais, são os pais ou responsáveis que podem acessar a plataforma.

 

A plataforma é uma experiência exitosa. Mais de 470 mil estudantes e 72 mil profissionais da educação estão cadastrados. Desde o primeiro dia do retorno do ano letivo, valendo frequência, de 13 de julho até o dia 30 de setembro, o Google Sala de Aula já teve mais de 8,6 milhões de acessos de estudantes e 1,57 milhão de professores.

 

Os estudantes que não têm nenhuma forma de acesso estão recebendo material impresso. As coordenações regionais de ensino foram autorizadas, também em 16 de setembro, a contratar empresas especializadas para entrega e recebimento das atividades nas residências dos estudantes.