Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
15/06/21 às 15h18 - Atualizado em 15/06/21 às 15h22

Servidores da Educação têm nova Política de Qualidade de Vida

COMPARTILHAR

Ativos e aposentados foram ouvidos para a construção do programa

 

Por Thais Rohrer | Ascom/SEEDF

 

 

Os servidores ativos e aposentados da Secretaria de Educação já contam com uma nova Política de Qualidade de Vida, Saúde e Bem-estar. A ideia é desenvolver uma série de ações de forma sistemática, que busquem atingir a qualidade de vida dos servidores de maneira integral.

 

A nova política está normatizada pela portaria nº 281, veiculada no Diário Oficial do DF de 14/6. “A publicação é um grande marco, tanto para a Secretaria de Educação, quanto para o GDF. Ela vai nos ajudar a garantir um alto nível de satisfação dos servidores e dos gestores, já que estamos adotando uma série de práticas para promover o bem-estar dos servidores”, destaca o subsecretário de Gestão de Pessoas, Idalmo Santos.

 

Ele pontua ainda que é uma política de Estado, que vai estimular um ambiente saudável de trabalho. “Todos esses fatores são importantes para a saúde e produtividade dos servidores. Em todo relacionamento é importante buscar soluções em conjunto. Celebrar os sucessos e avaliar os motivos dos fracassos para uma melhoria constante”, completa.

 

Eixos

 

A política trabalha com 17 eixos temáticos e inclui pontos como: organização, formação e condições de trabalho; gestão e liderança; cultura organizacional; valorização dos aposentados; valorização da diversidade; e saúde física e mental.

 

A organização dos comitês de Qualidade de Vida no Ambiente de Trabalho também está prevista na portaria. Eles são mais uma ferramenta de participação democrática e ativa dos servidores no processo. O funcionamento e a eleição dos membros podem ser consultados na integra do documento.

 

Construção coletiva

 

A portaria nº 281 foi desenvolvida a partir da contribuição dos servidores por meio de consulta que ficou disponível no site da SEEDF, de 21/12/20 até 21/1 deste ano. Todos tiveram a oportunidade de dar sugestões para o aperfeiçoamento das práticas desenvolvidas pelo órgão. A participação foi aberta aos servidores efetivos, temporários, comissionados e aposentados.

 

Os temas mais recorrentes que sugiram nas contribuições foram: criação de programas e ações ligados aos eixos temáticos, capacitação para os servidores, criação de canal de diálogo para opiniões sobre qualidade de vida, entre outros.

 

A Comissão Especial para Elaboração da Política de Qualidade de Vida, Saúde e Bem-estar para Servidores Públicos da Secretaria de Estado de Educação do Distrito Federal no Ambiente de Trabalho e para Servidores Aposentados (PQVT/SEEDF), instituída pela Portaria nº 108/ 2019, compilou e organizou as sugestões dos servidores para desenvolver o texto final que foi publicado recentemente.

 

Além das contribuições enviadas na consulta, a comissão verificou documentos institucionais da SEEDF, do GDF e do Governo Federal, para fazer uma busca sobre práticas de qualidade de vida no trabalho em outras instituições do país. Também foi realizada uma pesquisa em bibliográfica sobre o tema. Esse grupo teve representantes de todas as subsecretarias da pasta, da carreira magistério, da carreira assistência e dos aposentados.

 

A Secretaria de Educação do DF vai ser a pioneira em desenvolver uma política de Estado nesse sentido. É uma ação original, porque não encontramos nada neste nível de consistência, aprofundamento e densidade”, comenta Jorge Hamilton Sampaio, coordenador da Comissão Especial para Elaboração da PQVT/SEEDF.

 

A política inclui ainda a realização de um diagnóstico de qualidade de vida no trabalho por meio de pesquisas e bancos de dados quantitativos e qualitativos. O objetivo é conhecer o que pensam e experimentam os servidores sobre a qualidade de vida no trabalho na SEEDF. Esses dados servirão como base para desenvolvimento de novas ações e programas pela Secretaria.

 

Leia também...