Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
11/07/21 às 20h23 - Atualizado em 11/07/21 às 20h23

Todos vacinados

COMPARTILHAR

Imunização atinge 100% dos profissionais das escolas públicas. Aulas presenciais voltam em 2 de agosto

 

Por Malcia Afonso | Ascom/SEEDF

 

Todos os profissionais da educação pública foram vacinados. Atividades presenciais serão retomadas em 2 de agosto. Foto: Álvaro Henrique | Ascom/SEEDF

 

A vacinação dos profissionais da rede pública de ensino terminou neste domingo, 11, com a imunização de todo o pessoal das escolas da Coordenação Regional de Ensino de Sobradinho. Assim, se completa a parte do plano que permitirá a retomada das aulas presenciais nas escolas públicas, a partir do dia 2 de agosto.

 

O último dia de vacinação da educação pública foi acompanhado de perto pelo governador em exercício, Paco Britto, e pelo secretário de Educação, Leandro Cruz, no Parque da Cidade. No computo geral, desde 21 de maio até este domingo, foram vacinados 56 mil profissionais, inclusive auxiliares, merendeiras, vigilantes, técnicos e grupos gestores. Esta conta abarca creches parceiras do poder público e privadas, escolas das redes pública e particular.

 

A vacinação da educação, porém, ainda não acabou.  Nas próximas semanas serão chamados profissionais de escolas privadas, ensino superior e dos chamados cursos livres.

 

É um grande avanço. Nós vamos voltar à sala de aula com o sistema híbrido, preservando as vidas, que é a coisa mais importante. São 56 mil vidas. Somos a única unidade da federação que não vacinou somente os professores, e sim todos os trabalhadores da educação, serventes, faxineiras, merendeiras… Todos os que estão na linha de frente”, afirmou Paco Britto.

 

Governador em exercício, Paco Britto, secretário de Educação, Leandro Cruz, e secretário executivo da pasta, Fábio Sousa, acompanham o último dia de vacinação dos profissionais da educação pública, no Parque da Cidade. Foto: Álvaro Henrique | Ascom/SEEDF

 

Leandro Cruz disse que esse foi o maior desafio de toda a sua vida profissional e destacou a importância da imunização para o retorno das atividades presenciais. “Começamos a partir do dia 2 de agosto a campanha Virando o Jogo na Educação, pela qual nós vamos tratar e cuidar de cada estudante afetado por esse período da pandemia”, frisou. “Não escondemos que tem dano. Nós temos noção da realidade. Ninguém pode falar em um ano e meio afastado da sala presencial sem prejuízo à educação”, pontuou o secretário.

 

O secretário executivo da pasta, Fábio Sousa, pediu o apoio da rede pública de ensino para o próximo desafio. “Vamos voltar ao ensino presencial, que é um novo desafio, e a gente pede o apoio da rede para vencermos mais essa etapa.

 

Ciência

 

A vacinação é um símbolo muito grande de que a gente sobreviveu a esse período de tanta desvalorização da ciência, de ataque ao povo brasileiro, e, hoje, a gente está tomando a vacina graças à ciência, graças ao SUS”, avaliou Leonardo Sales, professor de Ciências do Centro de Ensino Fundamental 8, de Sobradinho.

 

Ele agradeceu aos cientistas e pesquisadores do mundo todo que fizeram o esforço para que a vacina fosse realidade. “A educação não morreu. A educação está presente. Ao contrário do que estão falando, a gente está trabalhando, sim, todos os dias, em casa, dando videoaula, quase pirando a cabeça. Mas é isso aí, em agosto estamos de volta”, finalizou.

 

Memória

 

Leia também ↴
Passo final da vacinação da educação
Nova estratégia na vacinação da educação
Tem vacinação neste fim de semana
42 mil doses em 13 dias
 

O Plano de Vacinação da Educação começou no dia 21 de maio. Na primeira fase, apenas professores das creches públicas, conveniadas com o setor público e privadas foram vacinados, além dos grupos gestores das escolas públicas.

 

Esta primeira etapa contou com vacinas AstraZeneca e Coronavac. Ambas têm protocolo de imunização que exige duas doses para se atingir o máximo grau de proteção.

 

A segunda fase do plano, terminada no domingo, abarcou todas as demais fases do ensino básico – educação fundamental anos iniciais e finais e ensino médio. Esta foi feita com a vacina da Janssen, cujo protocolo de uso prevê dose única

 

Incluindo ensino superior e básico, das redes pública e privada, o Distrito Federal tem 80 mil profissionais. As datas de vacinação para os demais profissionais da rede privada, do ensino superior e dos cursos livres serão divulgadas nos próximos dias.

 

Leia também...