Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
22/11/19 às 15h31 - Atualizado em 22/11/19 às 15h31

Voluntários levam ações sociais às escolas

COMPARTILHAR

Parceria promove debate educativo e ações de reparo nas unidades

 

Nathália Borgo, Ascom/SEEDF

 

Foto: Danyele Medeiros, SEEDF

 

Mais de mil voluntários foram recebidos esta semana em 18 escolas públicas do Paranoá, Ceilândia e Planaltina no projeto Together, uma parceria da Secretaria de Educação com a União Centro-Oeste Brasileira da Igreja Adventista do Sétimo Dia (UCOB), além da Secretaria de Juventude e do Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UNODC/ONU). Os jovens promoveram workshops, rodas de conversas sobre drogas, bullying e suicídio, ações educativas e sociais e pequenos reparos nas unidades, como pinturas de salas de aula, quadras desportivas e muros, além de plantio de hortas, trabalhos de jardinagem, alvenaria e mais.

 

Na Escola Classe 66 de Ceilândia as palestras surtiram efeito no mesmo dia. Segundo o aluno Luís Henrique Gomes (10) houve pedidos de desculpas após a roda de conversa sobre os prejuízos do bullying na vida das crianças. Ele contou que também se desculpou com outros colegas. “Eu já sofri bullying e sei que muitos faziam por brincadeira, mas outros para me machucar. Gostaria de mais palestras assim na escola”, disse.

 

Together

 

A vice-diretora Rafaela Barbosa destacou a importância do projeto para as 17 turmas do ensino infantil ao 5º ano da unidade. “Nossa escola ficou mais viva com a pintura do pátio, onde estudantes do ensino infantil trabalham a coordenação motora e os outros fazem também atletismo. A comunidade também sente a diferença, já que eles não trabalham apenas com os estudantes. O projeto foi muito elogiado por todos”, comemorou.

 

Em algumas unidades, o projeto termina no sábado com passeatas com os agentes das escolas e a comunidade. Na ocasião, o Together fará entregas da revista do projeto com o tema “Quebrando o silêncio”, uma produção que alerta as mulheres sobre a incidência da violência doméstica.

 

“Nessa primeira edição do Together, o papel da Secretaria de Educação é receber as ações voluntárias como uma maneira de tentar melhorar a rotina das escolas. Gesto que deixa um legado visível na relação entre as comunidades, escolas e estudantes”, destacou o chefe da Assessoria de Relações Institucionais da SEEDF, Gerson Vicente de Paula Júnior.