Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
30/07/21 às 8h30 - Atualizado em 5/08/21 às 13h17

Escola limpa

────────────────────────────────────────────

▎Escola limpa

 

img-responsivaA escola precisa estar limpa e bem cuidada. Devemos nos empenhar para manter tudo sempre higienizado. Tudo o que aprendermos aqui pode e deve virar dever de casa.

 

Adequar fisicamente os espaços de circulação social é importante para a boa utilização dos espaços. Nesse sentido, recomendam-se as seguintes providências e cuidados:

 

Adequar os espaços físicos e sinalizar salas de aula, sala de professores, bibliotecas e demais ambientes compartilhados, de modo a manter o distanciamento mínimo recomendado entre as carteiras ou cadeiras e mesas, dentre outros, resguardando espaço para circulação nos ambientes internos e externos:

Manter distanciamento mínimo recomendado entre a mesa do professor e as primeiras mesas dos estudantes.

Nas escolas que utilizam carteiras, manter nas salas de aula as que estarão sinalizadas como proibidas de utilização para preservação do espaço de isolamento social.

 

Delimitar, por meio de sinalização afixada na entrada e no interior, a capacidade máxima de pessoas nas salas de aula, bibliotecas e demais ambientes compartilhados, de modo a preservar o distanciamento mínimo obrigatório;

 

Adotar rotina de limpeza e desinfecção da unidade escolar, antes e durante o expediente e entre os turnos:

Realizar limpeza e desinfecção das instalações antes da reabertura da escola. O procedimento de limpeza deve incluir paredes, pisos, teto, painéis, quadros, cortinas, equipamentos, todos os mobiliários como carteiras, cadeiras e mesas, mesas de refeição, armários, bancadas, janelas, vidros, portas, peitoris, luminárias, objetos, filtros e grades de ar condicionado.
Elaborar e implantar protocolo específico para evitar o contágio por SARS-CoV-2, que intensifique a realização de limpeza e desinfecção de superfícies, considerando os locais com maior circulação de pessoas, áreas de treino e sanitários, de forma a garantir a frequente higienização seja realizada.
Elaborar e implantar protocolo específico para evitar o contágio por SARS-CoV-2, que intensifiquem a realização da limpeza e desinfecção de objetos tocados com frequência, considerando a especificidade da atividade (botões de elevadores, máquinas de cartão de crédito, materiais didáticos, caixas, balcões de atendimento, maçanetas, torneiras, entre outros), de forma a garantir a realização da higienização e desinfecção.
Realizar limpeza e desinfecção de todas as superfícies e objetos antes do início e após o término de cada turno escolar.
Os profissionais responsáveis pela limpeza e descontaminação devem receber treinamento específico para os protocolos de prevenção o contágio por SARS-CoV-2.
Intensificar a realização de limpeza e desinfecção de superfícies, considerando os locais com maior circulação de alunos, professores e funcionários, incluindo as áreas de recreação, salas de reuniões, auditórios, bibliotecas e sanitários, de forma a garantir a higienização e desinfecção.
Durante a limpeza do ambiente, não usar ar comprimido ou água sob pressão, ou qualquer outro método que possa gerar respingos ou aerossóis.
Garantir ventilação adequada no momento de utilização de produtos de limpeza, evitando que os vapores sejam inalados pelos alunos.
Disponibilizar equipamentos de proteção individual (EPI) adequado aos trabalhadores, e capacitação e treinamento no processo de limpeza e técnicas de paramentação e desparamentação para evitar a contaminação do profissional.
Separar todo o lixo/resíduos (Equipamento de Proteção Individual, luvas, máscaras, entre outros) como se fosse potencialmente contaminado e encaminhar para descarte.

 

Utilizar apenas os bebedouros industriais com torneiras para abastecimento de garrafas individuais:

Higienizar os bebedouros constantemente.

Orientar os estudantes a não encostar a boca ou a garrafa na torneira.

 

Manter a ventilação natural do ambiente, evitando ar-condicionado e ventiladores:

Manter portas e janelas constantemente abertas.

Realizar manutenção e limpeza diária dos filtros de ar-condicionado, caso haja necessidade de usá-los.

 

Evitar decorações e objetos não necessários nos espaços escolares;

 

Não utilizar catracas, pontos eletrônicos ou similares e

 

Disponibilizar locais para a lavagem das mãos com sabão e toalhas de papel e/ou dispensadores de álcool gel/álcool 70% nos ambientes, principalmente, onde há maior circulação de pessoas.

 

 

img-responsiva Circular nº 5/2021-SEE/GAB: Ações conjuntas entre as Secretarias de Estado de Saúde e de Educação para complementação às orientações e à conscientização quanto aos protocolos de biossegurança e às ações para a mitigação da cadeia de transmissão do vírus da covid-19 nas unidades escolares da Rede Pública de Ensino.