Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
15/04/19 às 18h35 - Atualizado em 15/04/19 às 18h37

Aula inaugural do Aprender sem Parar reúne gestores

Aldenora Moraes, Ascom/SEEDF

A iniciativa conta com mais de 650 cursistas e fortalece a gestão escolar democrática

 

Nesta tarde (15), o projeto Aprender sem Parar promoveu a aula de abertura do curso Gestão democrática, no auditório do Centro de Aperfeiçoamento dos Profissionais de Educação (EAPE). O evento tem como objetivo incentivar os gestores da rede pública de ensino do DF a desenvolver práticas inovadoras de gestão nas unidades escolares que compõem a rede distrital de educação.

 

Foto: Luis Tavares, Ascom/SEEDF

A aula teve início com a apresentação de um trio de músicos, que interpretou composições de Heitor Villa-Lobos, além de contação de história promovida pela coordenadora das Oficinas Pedagógicas do Eape, Luciana Ribeiro.

 

As apresentações abriram caminho para o percurso pedagógico definido pelos profissionais do Eape, que ressaltaram a importância do curso de 180 horas, como espaço-tempo fundamental para a compreensão da gestão escolar democrática, não apenas do ponto de vista das suas categorias teóricas, mas, sobretudo, a partir da própria realidade de cada uma das escolas.

 

O curso é uma exigência da Lei no 4.751/2012, que dispõe sobre a Gestão Democrática do sistema de ensino público do DF, e determina a participação dos gestores da rede distrital de educação visando à formação adequada para o exercício da função.

 

Foto: Luis Tavares, Ascom/SEEDF

Para o chefe do Eape, André Lúcio Bento, para além do cumprimento da obrigatoriedade legal, a proposta do curso estimula a participação dos cursistas porque esta edição traz inovações como a abordagem de questões contemporâneas como a necessidade de promoção de uma cultura de paz. Além disso, pela primeira vez o curso “possibilita aos gestores, dentre os sete percursos formativos, a escolha de três individuais”, comemora.

 

Esta característica também foi ressaltada pelo diretor pedagógico do Eape, Simão de Miranda. “Esta formação é de vanguarda porque é feita com os gestores, parceiros de uma construção permanente do curso que não se restringe à gestão democrática porque há diversas vertentes, como o favorecimento das aprendizagens”, destacou.

 

A aula foi ministrada pela ex-professora da Secretaria de Estado de Educação do DF (SEEDF), Magda de Lima Lúcio, e atual docente da Universidade de Brasília (UnB) do Departamento de Gestão de Políticas. A professora abordou o tema Estado e gestão pública: por uma escola democrática e inovadora. Após a exposição, os cursistas participaram de um debate sobre o assunto abordado.

 

Segundo os gestores do Centro de Educação Infantil 01 de Brasília, Daniela Pereira Castro e Diego Honorato, as expectativas quanto ao curso são as melhores. “É uma oportunidade de trocarmos experiência com outros gestores e agregar estratégias a fim de lidar com as demandas diárias das escolas”, explicou o vice-diretor.

 

O entusiasmo quanto às expectativas sobre o curso, que tem previsão de término em novembro deste ano, também foi compartilhada pela vice-diretora da Escola Classe 07 do Guará, Márcia Leite. “É uma interação bastante válida porque nos encontramos presencialmente e também por meio dos fóruns e plataforma online. Discutimos as questões da comunidade escolar e passamos a conhecer a realidade de outras coordenações regionais de ensino”, elogiou.

 

As aulas têm previsão de término em novembro deste ano e, de acordo com a coordenadora do curso, Renata Callaça, contemplam temas como políticas educacionais do Brasil e Distrito Federal, democracia, direitos e autonomias e práticas inovadoras de gestão escolar.