Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
19/02/21 às 10h15 - Atualizado em 30/07/21 às 22h52

Início

────────────────────────────────────────────

 

 

A Secretaria de Estado de Educação do Distrito Federal reafirma a importância do processo educativo frente ao momento pandêmico que ainda vivenciamos. Assim, retomamos nossas ações de maneira presencial com alegria, cuidado e responsabilidade.

 

É tempo de recomeços, de renovar sonhos, alimentar propósitos que ficaram guardados nas gavetas da alma. A esperança se renova no amanhecer de um novo tempo, onde desafios instigam nosso animo e nos impulsionam à caminhada. As incertezas polvilham a estrada, mas não impedem as torrentes de alegria, expectativa e determinação, sempre presentes no dinamismo da sala de aula.

 

O período de isolamento social mostrou como os atores educacionais percebem a escola, revelando os sentidos atribuídos a ela, possibilitando a ressignificação desse espaço com vistas ao acolhimento, ao convívio social e ao desenvolvimento humano em todos os seus aspectos. Nesse sentido, a escola se destaca em sua importante função social, no resgate da convivência cidadã e na promoção de um ambiente que potencialize a reconstrução dos vínculos humanos e educacionais.

 

A falta do abraço fraterno que acolhe o sorriso matreiro ofertado pelo nosso aluno ao despertar de cada período não apagará o contentamento em ultrapassar barreiras. Nós nos reinventamos, descobrindo oportunidades, fortalecendo práticas e desvendando curiosidades.

 

O futuro nos instiga. Não há como estacar o relógio do tempo que urge por renovar. Ao retomar nossas atividades, torna-se indispensável assistir nossos estudantes, familiares, bem como a toda comunidade que envolve o processo pedagógico, conhecendo suas trajetórias e emoções nestes tempos de isolamento.

 

Solidarizamo-nos com as perdas, respeitamos as lutas, reafirmando o papel indissociável da escola como uma rede social de proteção, escuta, diálogo e construção, condições fundamentais para que todos possam encontrar seu lugar frente às necessidades emergentes após esse período de solitude.

 

Você, professor, profissional da educação, propulsor e motor da mediação do conhecimento, da teoria, da prática, instrumento basilar da catarse do aprender, inspiração para a continuidade das ações educativas, que revisita constantemente os referencias para as novas aprendizagens, contribuiu e ressignificou as atividades didáticas, implementando metodologias que movimentaram o universo remoto, incentivando assim, a inovação curricular e tecnológica, renovando os ambientes escolares, possibilitando o resgate das ações presenciais.

 

A educação pública de qualidade se constrói por meio de ações coletivas, planejadas e dialógicas, privilegiando a participação e o engajamento da comunidade escolar. Precisamos reconstruir a escola pública, abatida pela ausência do cotidiano farfalhar efusivo de sua gente, fortalecendo assim a reflexão sobre as práticas e organização do trabalho pedagógico.

 

Esse é um momento ímpar, especial, único, para reconectar a escola, a comunidade, a sociedade, a cidadania, onde nós, que compomos a unicidade escolar, assumimos o protagonismo das ações, para juntos, trabalharmos com afinco, cuidado, afeto e responsabilidade, a promoção do sucesso daqueles que representam a razão de nossos esforços: o aluno.

 

Com esperanças que se renovam, assim como águias, que não se cansam, nem se fatigam, sejam nossas vivencias, experiências e construções ao reiniciar as atividades letivas.

 

Nos ensinos preciosos do Mestre Paulo Freire, sejamos capazes de “recomeçar sempre, de fazer, de reconstruir, de não se entregar, de recusar burocratizar-se mentalmente, de entender e de viver a vida como processo, como vir a ser.

 

Sejamos todos bem-vindos ao recomeço!

 

Hélvia Paranaguá

Secretária de Educação