Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
24/05/18 às 19h24 - Atualizado em 30/10/18 às 14h09

Projeto usa sacolas para incentivar a leitura

João Gabriel Amador, Ascom|SEEDF

 

É cada vez mais comum ver crianças passarem as horas livres em frente a celulares e tablets. Mas na Escola Classe 308 Sul, os livros ainda são o passatempo preferido de muitos estudantes graças a projetos como o “Sacola Literária”, que incentivam a leitura desde cedo.

 

Foto: Luis Tavares, Ascom|SEEDF

O projeto foi criado há cerca de oito anos e tornou-se um sucesso na escola. “Alguns professores perceberam que os alunos tinham dificuldades na leitura. Então resolvemos promover algumas ações para reverter esse quadro. Hoje em dia, notamos uma melhoria considerável”, relata a diretora Graça Oliveira.

 

O primeiro passo do projeto é a customização das sacolas, usadas pelos alunos durante o ano. Com a sacola decorada, cada um dos 345 alunos de 1º ao 5º ano escolhe um livro para levar para casa no fim de semana. “Pedimos para que eles leiam com a família, de modo a treinar a leitura em voz alta e a interpretação de texto. Na semana seguinte, fazemos atividades diversas, como releituras, apresentações, fichas, produções artísticas, envolvendo as obras lidas”, explica Janine Morisco, professora do 4º ano.

 

A educadora ainda destaca as vantagens do projeto. “Deixamos os alunos livres para lerem sobre o que gostam. Dessa forma, eles ficam motivados e desenvolvem melhor a leitura. Até mesmo os que não tem o hábito de ler acabam influenciados pelos demais colegas”, aponta Janine.

 

Os próprios alunos também aprovam a sacola literária. “Gosto porque podemos conhecer muitos livros diferentes”, conta Arthur Coutinho, de 10 anos, que está lendo a ficção “O Herói Perdido”, do mesmo autor da série Percy Jackson, sucesso infanto-juvenil.

 

A colega Cássia dos Santos, de 11 anos, prefere clássicos, como “A Revolução dos Bichos”, de George Orwell e aponta benefícios do projeto escolar. “Percebo que minha leitura melhorou muito com essas atividades na escola. Hoje é um hábito que tenho em casa”, ressalta.

 

A escola ainda promove outras atividades para incentivar os alunos a ler, como apresentações de contadores de história e um momento de leitura, que acontece por 20 minutos ás sextas-feiras, envolvendo todos os estudantes da unidade.

 

Sacola Literária