Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
6/02/20 às 18h00 - Atualizado em 10/02/20 às 14h07

✳ EC 52 está de endereço novo

 

Pais, mães e responsáveis gostam da mudança determinada pelo secretário João Pedro Ferraz para atender melhor a mais de mil estudantes

 

Málcia Afonso e Danilo Queiroz, Ascom/SEEDF

 

Secretário recebe pais, mães e responsáveis na EC 52 de Taguatinga. Foto: Mary Leal, Ascom/SEEDF

 

A Escola Classe 52 de Taguatinga agora atende em novo endereço, é muito maior do que a antiga, mais confortável, mais segura, dispõe de mais equipamentos e pode atender a muito mais estudantes. Até que a antiga escola seja reconstruída, seus 380 alunos vão estudar no prédio da faculdade que, até então, atendia pelo nome Jesus, Maria e José, alugado pela Secretaria de Educação especialmente para reuni-los novamente em um só endereço, receber 478 novos estudantes e 360 que estudavam provisoriamente na EC Bilíngue Libras. A nova EC 52 começará a funcionar no primeiro dia do Ano Letivo, nesta segunda-feira, 10/2, e vai atender a 1.218 matriculados – 300 da pré-escola e o restante do 1º ao 5º ano do ensino fundamental.

 

“A escola é imensa, tem um projeto muito bonito e nem a distância é mais empecilho, já que a regional criou pontos estratégicos para as crianças pegarem transporte e chegarem aqui”, reagiu Lívia Lopes, uma das mais de 200 mães, pais e responsáveis que atenderam ao convite do secretário João Pedro Ferraz e estiveram presentes na nova EC 52 na manhã desta quinta-feira (6/2), para conhecerem as novas instalações onde seus filhos vão estudar. Lívia é mãe da estudante Lana Lopes, que fará o 3º ano do ensino fundamental em 2020 e estudou as duas etapas anteriores na antiga EC 52.

 

A comunidade presente gostou da nova escola. A opinião e as expectativas de Lívia foram reafirmadas por Francisney Cesar Armilhato, pai da estudante Isis de Almeida, que fará o 1º ano do ensino fundamental na EC 52. “Esse vai ser o primeiro ano dela na escola e eu estava até receoso pelas condições da outra unidade. Agora ela vai estudar em um local com uma estrutura que muitas outras escolas não têm”, ressaltou.

 

Pais conhecem a nova escola. Foto: Mary Leal, Ascom/SEEDF

 

Mais conforto

Localizado na QNG 46, Área Especial 8, em Taguatinga Norte, onde funcionava uma faculdade particular, o novo espaço tem 15,8 mil metros quadrados, incluindo uma ala com quatro andares e outra com três. O local conta com um auditório para 480 pessoas, estacionamento, elevador e amplas salas para instalação de cozinha escolar, refeitório, laboratórios e biblioteca, entre outros. Ainda este ano, a Coordenação Regional de Ensino (CRE) planeja implementar um polo de cinema no local, que irá contemplar projetos de todas as escolas de Taguatinga.

 

O aluguel do novo espaço, R$ 220 mil mensais, foi autorizado pelo secretário João Pedro Ferraz para garantir conforto e segurança aos estudantes. De outra forma, eles teriam de ser atendidos em outras escolas da rede pública na região, cujas salas de aulas ultrapassariam o limite da capacidade.

 

Durante esta semana, a CRE está limpando a escola e iniciando a instalação do mobiliário para receber os estudantes no primeiro dia do ano letivo. A cozinha deve demorar um pouco mais para ficar pronta, mas a merenda escolar está garantida. Por alguns dias, os alunos terão lanches rápidos, com frutas, sucos, biscoitos e sanduíches, assegurando as necessidades nutricionais das crianças.

 

Pais conhecem a nova escola. Foto: Mary Leal, Ascom/SEEDF

 

Licitação

As instalações da antiga EC 52, na QNM 38, foram desativadas por decisão judicial para a reconstrução da unidade em 2019. O edital de licitação para a obra foi lançado logo em seguida, mas foi suspenso pelo Tribunal de Contas do Distrito Federal, que só autorizou a continuidade do processo em 21 de janeiro de 2020.

 

A licitação foi publicada no dia 31 de janeiro, no Diário Oficial do DF. A nova escola, reconstruída, terá 18 salas de aula, sala de reforço, sala de artes, laboratório de informática, laboratório de ciências, auditório, biblioteca, refeitório, cozinha, depósito de gêneros alimentícios, salas administrativas, sanitários, parquinho, horta, quadra coberta, guarita, estacionamento, bicicletário, central de gás e reservatório de água, com área total de 4.464,82 m². O valor estimado da obra é de R$ 9.357.214,69, com prazo de execução de 360 dias corridos, após a assinatura do contrato.

 

A abertura está marcada para 4 de março, às 10h. As empresas interessadas poderão retirar os arquivos contendo o edital, arquitetura, orçamento e topografia na sede da Secretaria de Educação, localizada no Setor Bancário Norte, quadra 02, bloco C, sala térreo – Recepção, Edifício Phenícia, mediante entrega de 02 (dois) DVDs.