Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
18/01/21 às 16h38 - Atualizado em 14/05/21 às 13h23

Escola Técnica para mais de 2 mil alunos em Santa Maria

COMPARTILHAR

O investimento na unidade é de quase R$ 12 milhões, recursos destinados a uma obra que vai gerar dezenas de empregos

 

Ana Luiza Vinhote, da Agência Brasília | Edição: Chico Neto

 

Serão quase 6 mil metros quadrados reunindo 12 salas de aula, além de diversas instalações de serviço, alimentação e exercícios físicos | Arte: Divulgação/MEC

 

A empresa que vai construir a Escola Técnica de Santa Maria foi escolhida. Com o contrato assinado, a obra está cada vez mais perto de sair do papel. O modelo segue o padrão do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE).

 

São 5.557,39 metros quadrados abrangendo 12 salas de aula, laboratórios, depósitos de materiais, secretaria, recepção, sala de professores, diretoria, salas de coordenação, auditório, biblioteca, bloco de serviços e vivências com refeitórios e vestiários para funcionários e quadra poliesportiva coberta.

 

Os cursos serão oferecidos nos três turnos: matutino, vespertino e noturno. Segundo o coordenador da Regional de Ensino de Santa Maria, Augusto Cesar Freire, as disciplinas serão escolhidas por meio de chamada e audiência pública, como ocorre normalmente. O objetivo é atender as necessidades da população local.

 

O investimento, de R$ 11.851.515, vai beneficiar mais de dois mil estudantes da região e cidades vizinhas, gerando dezenas de oportunidades de emprego. O prazo de execução da unidade escolar é de um ano e quatro meses. A expectativa é que o colégio seja entregue em 2022.

 

“O ensino técnico é uma das propostas do novo ensino médio”, destaca o secretário de Educação, Leandro Cruz. “Significa que é uma tendência importante escolhida pelo nosso país para o futuro dos jovens. Ter uma escola inteira dedicada a isso em Santa Maria é importantíssimo, já que a região abriga um polo industrial e um porto seco. A nova unidade será um fator-chave para a cidade virar o jogo de sua história com a educação.”

 

Augusto Cesar Freire lembra que a construção do colégio vai beneficiar não só a comunidade local, mas também outras cidades, como Santa Maria, Novo Gama e Valparaíso, sinaliza. “Hoje em dia, os alunos acabam buscando vagas em outras regiões, e futuramente não terão mais esse problema”, reforça.

 

Brazlândia

 

Em Brazlândia, as inscrições para a escola técnica estão abertas até o dia 20 deste mês. A unidade escolar já está pronta e, inicialmente, ofertará 340 vagas para cursos técnicos em enfermagem e informática e de formação inicial e continuada para cuidador infantil e operador de computador.  O investimento para a construção do local foi de mais de R$ 14 milhões e gerou 200 oportunidades de emprego.

 

Os interessados em estudar nas outras escolas já existentes têm o mesmo prazo para se cadastrar. Para se inscrever, é necessário consultar o edital específico de cada unidade escolar. A seleção será feita por sorteio eletrônico. Entre as disciplinas, estão Saúde, Educação, Informática, Computação gráfica, Telecomunicação, Eletrotécnica e Administração, entre outras.

 

Também há disponibilidade de vagas para cursos técnicos integrados ao ensino médio ou à Educação de Jovens e Adultos (EJA) nos centros de ensino médio integrado (Cemis) do Gama e do Cruzeiro e nos centros educacionais Stella dos Cherubins e 02 do Cruzeiro. A previsão é que o resultado do sorteio seja divulgado na quinta-feira (21), após as 18h.