Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
30/04/21 às 18h40 - Atualizado em 1/05/21 às 10h56

Grandes obras nas escolas de Ceilândia

Secretário de Educação e presidente da Câmara Legislativa  visitam obras na EC 59, CEM 10 e CEPI Pôr do Sol

 

Por Malcia Afonso, Ascom/SEEDF

 

EC 59 estará pronta em maio de 2022. Foto: Mary Leal, Ascom/SEEDF

 

As três grandes obras da educação que estão acontecendo nas regiões de Ceilândia e Sol Nascente Pôr do Sol, demandas históricas da comunidade, foram inspecionadas na manhã desta sexta-feira, 30, pelo secretário de Educação, Leandro Cruz, e pelo presidente da Câmara Legislativa, Rafael Prudente. Acompanhados pelo coordenador regional de Ceilândia, Helder Ferreira Gonçalves.

 

Eles estiveram na Escola Classe 59, que está sendo reconstruída, no Centro de Ensino Médio 10, em reforma geral, e no CEPI Pôr do Sol, nova creche, em fase de construção. Visitaram ainda o Centro de Ensino Fundamental 32 e a Escola Classe 68, antigo abrigo de Ceilândia.

 

Creche Pôr do Sol tem capacidade para 188 crianças em período integral ou 376 em dois turnos

 

Quando a gente junta o Poder Executivo e o Poder Legislativo em defesa da educação, os nossos avanços são muito grandes. Em pouco tempo, nós teremos essa obra completamente construída, entregue à comunidade, para cumprir a orientação do governador Ibaneis Rocha, que é trazer a educação cada vez mais próximo do local de moradia”, afirmou Leandro Cruz ao visitar o novo CEPI.

 

A população do Pôr do Sol é carente e há muito tempo não se via nenhum tipo de investimento aqui na cidade. Essa creche vem em boa hora. É um investimento de mais de R$ 3,5 milhões”, comentou o presidente da Câmara Legislativa.

 

Leia também
Começa reconstrução da EC 59, de Ceilândia
Escola Porto Rico é devolvida à população
Brazlândia ganha sua primeira escola técnica
Obras para todos os lados em 2020
 

A construção, na região administrativa Sol Nascente/Pôr do Sol, cujas escolas estão sob a responsabilidade da regional de ensino de Ceilândia, já tem 80% concluídos. A previsão de entrega é para agosto deste ano.

 

A obra segue o modelo padrão do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), com capacidade para 188 crianças em período integral ou 376 em dois turnos.

 

O terreno, na Entrequadra 500/700, tem 4.693,15 m² e a área construída será de 1.311,94 m², comportando dez salas de aula, infraestrutura administrativa completa, cozinha, refeitório, pátio coberto e playground, entre outros ambientes.

 

Todas estas obras são muito importantes porque, além de termos equipamentos públicos novos e de qualidade, com toda certeza atenderão a comunidade com mais conforto e segurança, o  que implica no fortalecimento das aprendizagens“, avaliou o coordenador regional de ensino.

 

Educação infantil e ensino fundamental

 

A reconstrução da EC 59 começou em março e foi fundada em 1989, para ser provisória. O tempo se arrastou e a situação foi piorando.   Em 2018, pela deficiência de estrutura, os estudantes foram realocados para ter aulas nas instalações do CEM 04.

 

A unidade fica na QNN 36, Área Especial 02. O terreno tem 6.180 m² e a área construída será de 2.550,26 m².  A empresa responsável pelo empreendimento é a Impar Construção LTDA. O valor total da obra é de R$ 6,21 milhões, sendo R$ 6,08 milhões do FNDE e o restante do Governo do Distrito Federal. A entrega será em maio de 2022.

 

A nova estrutura terá 14 salas de aula, auditório, sala de leitura, teatro de arena, cozinha industrial e refeitório, sala administrativa, laboratórios, bicicletário, guarita, estacionamento, parquinho, horta, quadra de esportes coberta, área verde e área comunitária. As instalações vão beneficiar 126 estudantes da pré-escola e 328 dos anos iniciais do ensino fundamental.

 

Jovens

 

A reforma geral do CEM 10 tem investimento de R$ 5,07 milhões, com recursos do GDF. Teve início em março e deve estar concluída em março de 2022, para atender 840 jovens.

 

É outra obra bastante esperada pela população há muito tempo e que, nesta gestão, teve andamento. Por orientação da Defesa Civil, as instalações, na QNP 30, foram fechadas em 2016. Desde então, os estudantes fazem o curso nas dependência do CEF 29, no começo do Setor Industrial.

 

CEM 10 vai beneficiar 840 jovens. Foto: Mary Leal, Ascom/SEEDF

 

A reforma está sendo realizada pela empresa Contarpp contempla: instalação de portas de acesso à área externa; construção de escada e rampa de acesso à quadra poliesportiva; instalação de guarda-corpos, corrimãos, piso antiderrapante, sinalização e piso tátil; instalação de sanitários acessíveis; elevação do piso do pátio descoberto a ser nivelado com os demais pisos externos; construção de novo castelo d’água; reforma geral das instalações elétrica, da rede lógica, hidrossanitária, gás e incêndio; reforma do estacionamento interno; reposição do tratamento paisagístico; instalação de bicicletários; reforço estrutural da edificação; troca de telhados e forros; instalação de novas esquadrias; reparos nos pisos e demais revestimentos e pintura geral.

 

Espaços consolidados

 

CEF 32, fundado em agosto de 2009. Foto: Mary Leal, Ascom/SEEDF

 

Aproveitando a oportunidade, eles também visitaram o CEF 32, que fica em frente ao CEPI Pôr do Sol. A unidade atende 950 estudantes da educação infantil ao 9º ano do ensino fundamental. Fundada em agosto de 2009, como a EC 57.

 

Antigo abrigo de Ceilândia hoje é uma linda escola que acolhe 1.000 estudantes

 

Foram ainda à EC 68, que funciona no antigo abrigo da cidade e recebe 1.000 estudantes da pré-escola e dos três primeiros anos do ensino fundamental. Este ano, o atendimento será estendido para a educação precoce.

 

Secretário de Educação e presidente da Câmara Legislativa visitam escolas da regional de ensino de Ceilândia