Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
24/05/16 às 11h40 - Atualizado em 30/10/18 às 14h10

Senado Federal abre inscrições para o programa Jovem Senador

Dayane dos Santos, Ascom/SEEDF

 

Estão abertas as inscrições para do programa Jovem Senador 2016, para estudantes de todo o Brasil, até o dia 19 de agosto. Oferecido pelo Senado Federal, há nove edições, o projeto seleciona, por meio do concurso de redação, 27 estudantes do ensino médio de escolas públicas estaduais, com idade até 19 anos, para conhecerem a estrutura e o funcionamento do Poder Legislativo.

 

Como primeira fase, para participar, as unidades escolares devem promover um concurso de redação interno entre os alunos com o tema “Esporte: educação e inclusão” e enviar o melhor texto à Secretaria de Educação (SEEDF). A pasta selecionará três finalistas para representar o Distrito Federal na etapa nacional e encaminhará ao Senado, onde uma comissão julgadora irá escolher os melhores textos de cada uma das unidades da Federação. Além do primeiro, o segundo e o terceiro colocados nacionais.

 

Os 27 participantes, um por estado, são automaticamente selecionados para vivenciar, em Brasília, o processo de discussão e elaboração das leis do país, simulando a atuação dos senadores da República.

Critérios de avaliação da redação

A redação deverá ter entre 20 e 30 linhas e ser manuscrita, em língua portuguesa, com caneta esferográfica azul ou preta, no papel timbrado do Senado Federal – disponibilizado no site . O texto deve ser redigido pelo próprio aluno, à exceção daqueles que necessitem de atendimento diferenciado e específico. Além disso, a redação deverá conter título que retrate o tema.

 

– O texto deve abordar o tema proposto no regulamento;

– A apresentação textual será avaliada, observadas a legibilidade, o respeito às margens e a indicação de parágrafos;

– Serão observados a correção gramatical e sintática, a objetividade, a originalidade, a ortografia, a propriedade vocabular, a organização dos argumentos e o encadeamento das ideias;

– Será avaliado conteúdo histórico e geográfico;

– O texto deverá ser inédito, não podendo ter sido publicado em quaisquer mídias ou inscrito em concursos anteriores,

– O texto deverá ser elaborado de forma a ter introdução, desenvolvimento e conclusão.

A premiação

Os 27 alunos finalistas receberão um microcomputador portátil, um certificado de classificação no concurso e uma medalha. Os três primeiros lugares na etapa nacional ganham, também, troféus. Os professores orientadores ganharão serão premiados com um tablet e o certificado de participação.

 

Todas as unidades escolares e os respectivos diretores receberão certificado de participação no concurso. A primeira colocada ganhará quatro computadores (desktops) para uso coletivo da escola, quem ocupar a segunda posição recebe dois computadores e o terceiro lugar, um computador.

Parceria

O projeto conta com o apoio do Ministério da Educação (MEC), do Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed) e das secretarias de Educação dos estados e do Distrito Federal.