Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
28/04/21 às 15h56 - Atualizado em 29/04/21 às 8h33

1.600 novas vagas no Itapoã

Secretário de Educação vistoria obras da Escola Classe 203 e planeja inauguração em janeiro de 2022

 

Por Málcia Afonso | Ascom/SEEDF

 

Visita foi acompanhada por autoridades do GDF. Foto: Mary Leal, Ascom/SEEDF

 

No Dia Internacional da Educação, comemorado nesta quarta-feira, 28, o secretário Leandro Cruz visitou a obra de construção da Escola Classe 203, no Condomínio Del Lago II, no Itapoã. A unidade será uma das maiores e melhor estruturadas da rede pública de ensino do Distrito Federal, beneficiando 1.600 estudantes, com um investimento de R$ 8,4 milhões.

 

“Estamos aqui na fiscalização dessa obra fundamental para a educação do Distrito Federal, especialmente aqui no Itapoã, onde temos uma das maiores carências de vagas do DF. Janeiro é a previsão de entrega, ou seja, já fica pronta para o início do ano letivo de 2022”, comemorou Leandro Cruz.

 

A visita foi acompanhada pelo secretário de Governo, José Humberto Pires, pelo presidente da Novacap, Fernando Leite, pelo administrador regional do Itapoã, Marcus Cotrim, pelo secretário executivo da Secretaria de Educação, Fábio Sousa, e pelo coordenador regional de ensino do Paranoá, Ranieri Carneiro Falcão.

 

José Humberto Pires destacou que a escola tem padrão internacional e é uma das obras mais importantes do Itapoã. “O que eu constatei aqui é a qualidade. Uma escola que vai atender a cidade não só na área de educação, mas na sua plenitude, porque tem um auditório maravilhoso, uma quadra de esportes coberta excelente. Isso é muito importante, é a integração do ser humano como um todo”, afirmou.

 

“São mais de nove anos que a comunidade escolar aguarda ansiosamente essa escola, que vai resolver a situação de estratégia de matrícula na região do Paranoá e do Itapoã, porque muitos estudantes são transportados para o Paranoá. A escola vai atender o ensino fundamental e vamos estudar a implementação da educação de jovens e adultos no período noturno”, adiantou Fábio Sousa.

 

Empreendimento

 

O contrato foi assinado em janeiro. Os recursos, de R$ 8,4 milhões, são da Terracap. A licitação foi realizada pela Novacap e a empresa vencedora foi a Edilson Januário Teixeira.

 

Localizada na Quadra 203, do Condomínio Del Lago II, a estrutura já teve 10% executados. Foto: Mary Leal, Ascom/SEEDF

 

“A parceria da Novacap com a Secretaria de Educação é de extrema importância porque ela resulta em ações que são essenciais para a comunidade. Educação é a base da vida”, avaliou Fernando Leite.

 

Localizada na Quadra 203, do Condomínio Del Lago II, a estrutura já teve 10% executados e vai contar com três pavimentos, que irão abrigar 23 salas de aula, biblioteca, laboratórios de ciências e de informática, auditório, refeitório, parque, quadra poliesportiva e espaços multiuso, entre outros.

 

O empreendimento também movimenta a economia local com a geração de 50 a 80 empregos diretos, ao longo da obra, e mais 50 postos de trabalho indiretos.

 

Perto de casa

 

Leia também
Começa a obra da primeira escola técnica do Paranoá
Mais 1.600 vagas no Arapoanga 
Obras para todos os lados 

No período de aulas presenciais, a Secretaria de Educação se responsabiliza pelo transporte de 1.200 estudantes para escolas do Paranoá, em razão da carência de vagas no Itapoã. Com a inauguração, as crianças e adolescentes, além de terem mais conforto e qualidade de atendimento de infraestrutura, poderão estudar perto de casa.

 

“A demanda na região é crescente e ainda será construído o Itapoã Parque, que vai abrigar mais de 60 mil famílias – é algo muito grande.  E esta escola tem uma importância enorme para a comunidade, porque vai contribuir para que possamos dar educação de qualidade, com conforto, metodologias pedagógicas adequadas e tudo mais que os nossos estudantes e equipes escolares merecem”, pontuou o coordenador da regional de ensino do Paranoá, Ranieri Carneiro Falcão.

 

O administrador regional do Itapoã, Marcus Cotrim, afirmou que a escola irá impactar no cotidiano. “Estamos numa das regiões mais carentes do Itapoã. Aqui existe um quadro de muita violência, de muita carência. A escola vai mudar a realidade para os moradores. Vai suprir a questão das vagas e é uma obra bonita, grandiosa. As pessoas vão dar valor, vão dizer com orgulho que moram perto daqui”, disse.

 

CEF Zilda Arns

 

O Itapoã tem atualmente cinco unidades: escolas classe 01, 02, 06 e Cora Coralina, e pelo Centro de Ensino Fundamental Zilda Arns, onde Leandro Cruz também esteve nesta quarta-feira.

 

Localizado do outro lado da rua, em frente à obra da EC 203, o CEF Zilda Arns também é uma das maiores unidades de ensino da rede pública do Distrito Federal. Atende 1.373 estudantes do 6º ao 9º ano, sendo 120 deles em período integral, e outros 356 na educação de jovens e adultos.

 

O secretário de Educação, Leandro Cruz, e o secretário executivo, Fábio Sousa, percorreram as instalações do CEF Zilda Arns. Foto: Mary Leal, Ascom/SEEDF

 

Inaugurada em 2010, conta com 20 salas de aulas, quadra coberta, pista de skate e sala de leitura, espaço para a prática de jiu-jitsu, entre outros.

 

A diretora Graziela Maria Alexandre mostrou as instalações a Leandro Cruz, que estava acompanhado pelo secretário executivo, pelo coordenador regional de ensino do Paranoá e pelo administrador do Itapoã.

 

Graziela Maria Alexandre, diretora do CEF Zilda Arns, pretende reformar a pista de skate com recursos do PDAF. Foto: Mary Leal, Ascom/SEEDF

 

Graziela agradeceu pelo apoio da pasta e enfatizou a importância do Programa de Descentralização Administrativa e Financeira (PDAF) para a gestão da escola e antecipou os planos para os próximos meses. “Manter a escola conservada, revitalizar os espaços para oferecer conforto e bom visual pra comunidade escolar, oferecer suporte aos professores com material pedagógico. Sempre que possível, estruturar as salas com tecnologias, como Datashow, caixas de som ou TV para oferecer mais qualidade aulas. Também temos planos de ativar os laboratórios de ciências e reformar a pista de skate.”

 

Desde 2020, a escola recebeu R$ 365,5 mil de recursos do PDAF da Secretaria de Educação. Este ano, já foram destinados para a unidade mais R$ 83 mil de emendas dos deputados Leandro Grass e Fábio Félix.

 

Paranoá

 

A regional de ensino do Paranoá é responsável por 36 unidades escolares, com atendimento a 27 mil estudantes.

 

Também está em construção a Escola Técnica da cidade, na Quadra 01. A obra, executada pela Alcance Engenharia, teve contrato assinado em março e estará pronta em julho do próximo ano.

 

O investimento é de R$ 12,3 milhões, sendo R$ 7,42 milhões do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação e R$ 4,88 milhões da Secretaria de Educação.

 

A estrutura, com capacidade para 1,2 mil estudantes, terá seis blocos, divididos entre 12 salas de aula, oito laboratórios, biblioteca, área de convivência, quadra, auditório, refeitório e teatro, entre outros.

 

Visita CEF Zilda Arns e obra da Escola Classe 203 em Itapoã