Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
26/06/19 às 16h28 - Atualizado em 26/06/19 às 19h02

12ª Caravana passa por São Sebastião

Thaís Rohrer e João Gabriel Amador, Ascom/SEEDF

 

Apresentações culturais e troca de informações com professores e estudantes marcam a visita

 

Alunos da EC Bela Vista mostraram o gosto pela leitura na contação de história. Foto: Mary Leal, Ascom/SEEDF

A Caravana da Educação chegou em São Sebastião nesta quarta-feira (26/6). A primeira parada da manhã foi na Escola Classe Bela Vista. As crianças aguardavam o secretário de Educação do DF, Rafael Parente, com uma surpresa. Ele ganhou um bolo simbólico confeccionado por estudantes e professores para comemorar seu aniversário, que aconteceu no último dia 24 de junho.

 

As crianças do local mostraram que gostam de leitura com uma dinâmica que fizeram na contação de história da obra Sempre Amigos. Depois, teve uma apresentação junina super especial de alunos do 1º ano do ensino fundamental.

 

“Eu amo minha escola, especialmente a professora que me incentiva e faz surpresas na turma sempre que a gente acerta alguma questão ou consegue ler”, conta a pequena Emanuele Dias, de 6 anos. O amigo também fala como é estudar na EC Bela Vista: “eu adoro a escola, principalmente as aulas de matemática”, disse Guilherme Souza.

 

O Centro Educacional São José foi a segunda unidade de ensino na qual a Caravana desembarcou. Lá, os estudantes mostraram os projetos desenvolvidos, como incentivo aos jogos de xadrez, dama, futebol feminino e outras opções extracurriculares para integrar e desenvolver as habilidades. O secretário de Educação até se arriscou e jogou uma partida de pingue-pongue com os estudantes.

 

A visita surpresa foi no CED São Francisco. Os alunos estavam participando da Feira do Conhecimento, que reuniu trabalhos de diversas áreas, como robótica e ciência.

 

Proximidade e companheirismo

 

No CED São José, os jogos estão entre os projetos educacionais desenvolvidos. Foto: Mary Leal, Ascom/SEEDF

As visitas itinerantes buscam aproximar o corpo diretivo da Secretaria de Educação do Distrito Federal (SEEDF) com as unidades de ensino da rede pública. Estudantes também têm a oportunidade de falar dos desafios e dos interesses para melhorias nas escolas.

 

“Estamos aqui para aprender com vocês. A partir da experiência de cada um é que podemos aprimorar nossos projetos e atividades pedagógicas”, ressaltou o secretário de Educação do DF, Rafael Parente, durante a conversa com os professores da Escola Classe Cerâmica da Benção.

 

A unidade foi primeira escola da cidade de São Sebastião, criada em 1957 para filhos dos trabalhadores das olarias que faziam tijolos e telhas para a construção de Brasília.

 

“O conhecimento in loco mostra a realidade para construir uma relação mais próxima, o que gera muitos ganhos. É diferente quando você olha para o rosto das crianças e conversa mais de perto com os professores. Essa Caravana é um motivador e aumenta a autoestima da escola”, destacou Luiz Eugênio, coordenador da Regional de Ensino de São Sebastião.

 

A Caravana segue para EC Dom Bosco, CEM 01, CEI 04 e CEF Cerâmica São Paulo, além de mais uma visita de surpresa.

 

Tarde de visitas

 

A Caravana fez a pausa para o almoço na Escola Classe Dom Bosco e de lá seguiu para o Centro de Ensino Médio 01, o Centrão. Na unidade, Secretário e gestores debateram sobre a implementação da rede de internet na escola, semelhante à instalada recentemente em Ceilândia.

 

Foto: Luis Tavares, Ascom/SEEDF

Do ensino médio para o infantil, a caravana partiu para o CEI 04, que atende crianças de 4 e 5 anos de idade. Os pequenos receberam o Rafael Parente, que conheceu um pouco mais sobre a unidade.

 

A parada seguinte foi o CEF Miguel Arcanjo. O diretor da unidade, Raphael Miura, recebeu a caravana e guiou os visitantes pela unidade. Aproveitando o recreio, o Secretário conversou com estudantes sobre as demandas e se reuniu com os professores da unidade.

 

Como em demais escolas de São Sebastião, a principal demanda foi por mais espaço. “Sabemos que não é o ideal, mas estamos fazendo o possível para agilizar processos, bem como buscar verbas para a construção de mais unidades. A previsão é de que, até o final do mandato, sejam inauguradas 40 escolas no DF”, enumerou o secretário de educação.

 

Para finalizar a programação, os representantes da SEEDF estiveram no CEF Cerâmicas São Paulo. Além de conversarem sobre a construção de um novo bloco de salas, os participantes da caravana realizaram uma reunião para avaliar as demandas da região, bem como as propostas de solução.

 

Na sexta-feira (28/6), será a vez de Sobradinho receber a Caravana da Educação. Na semana seguinte, o ciclo de visitas às 14 regionais de ensino termina no Plano Piloto, recomeçando os trabalhos no próximo semestre.

 

 

Caravana da Educação_ São Sebastião

Caravana da Educação - CRE São Sebastião