Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
5/04/19 às 18h33 - Atualizado em 5/04/19 às 18h56

Caravana vivencia a realidade de Taguatinga

Guilherme Marinho, Ascom/SEEDF

 

 

A Caravana da Educação visitou Taguatinga nesta sexta-feira. Acompanhado de servidores da Secretaria de Educação do Distrito Federal (SEEDF), o titular da pasta, Rafael Parente, conheceu escolas da região. A ação busca aproximar e melhorar o diálogo com as unidades de ensino público. “O objetivo é conhecer a rede, conhecer as pessoas, reconhecer o trabalho e saber dos problemas, além de avaliar como podemos fazer um trabalho melhor”, explicou.

 

Rafael Parente é recebido pelos alunos da EC 12. Foto: Mary Leal, Ascom/SEEDF

A primeira parada da secretaria itinerante foi na Escola Classe (EC) 12. A unidade atende cerca de 440 estudantes, do 1º ao 5º ano do ensino fundamental. Logo na chegada, dezenas de crianças aguardavam as visitas, no pátio do colégio. Animados com a caravana, os pequenos não se intimidaram e soltaram o verbo. Contaram o que gostam na escola. Alguns curtem o recreio enquanto outros disseram que se divertem com os deveres de casa, mas a unanimidade foi o carinho pelas professoras.

 

Os presentes puderam conferir a contação de uma fábula e, depois, conheceram as joias da EC 12: a sala de balé, o espaço da leitura e o laboratório de informática. Para a diretora Keith Soares Barros Alves, a caravana é fundamental para o desenvolvimento da rede. “Eu acho o projeto excepcional. O secretário, junto da equipe, poder vivenciar a realidade das escolas é de extrema importância para que ele possa dar continuidade ao trabalho”, analisou.

Modelo

Na sequência, a van da Educação chegou, para uma visita surpresa, na EC 39, uma das unidades com maior Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) do DF, 7,2. No local, estudam em torno de 495 crianças, desde o ensino infantil até o 5º ano do fundamental. Assim que se passa pelo portão de entrada há um grande cartaz com todas as metas pedagógicas traçadas para cada ano, nas disciplinas de português e matemática. No 3º ano, por exemplo, a criança já deve ser capaz de usar um caderno corretamente. No 2º ano, espera-se que o aluno reconheça e escreva números até 999 por extenso.

 

Secretário de Educação conhece a EC 39 acompanhado da diretora da unidade, Karine Rodrigues. Foto: Mary Leal, Ascom/SEEDF

Acompanhado da diretora da unidade, Karine Silva Pereira Rodrigues, o secretário de Educação conheceu a quadra, o parquinho e um pequeno bosque que fica dentro da escola. Para o titular da SEEDF, a EC 39 é um modelo. “O essencial para as escolas é que todas elas sejam lugares onde a gente chegue e se sinta feliz, que tenha vontade de ficar. A gente precisa que toda a rede seja acolhedora, que inspire e que desafie”, afirmou Parente.

 

Karina disse que a visita foi fantástica. “Esse contato da Sede com as escolas é importantíssimo. É absolutamente relevante a gente se aproximar para que se conheça a verdadeira a realidade das escolas”, completou.

 

Após a EC 39, a caravana da Educação passou pelo CEMTN; CEF 08; CEI 07 (visita surpresa); EC 54; CEM 03; e CEF 10.

Taguatinga recebe Caravana da Educação