Governo do Distrito Federal
3/03/22 às 8h18 - Atualizado em 6/10/22 às 18h47

Criadas novas escolas no Paranoá, São Sebastião e Guará

Medida foi tomada para atender explosão de matrículas nessas regiões e acomodar estudantes perto de casa

Málcia Afonso | Ascom/SEEDF

 

O CED Zumbi dos Palmares atenderá, inicialmente, nas instalações do CIL, que também faz parte do Complexo Educacional. Foto: Mary Leal | Ascom/SEEDF

 

Com a publicação da portaria no Diário Oficial do DF desta quarta-feira de cinzas (2), a Secretaria de Educação criou o Centro Educacional 01 do Paranoá. A nova escola vai funcionar num prédio alugado, no conjunto 4 da quadra 10. Lá, estudarão 900 estudantes do ensino médio.

 

A criação do CED faz parte das medidas emergenciais tomadas pela Secretaria de Educação para acomodar os estudantes mais perto de suas casas. O ano letivo de 2022 detém algumas situações inesperadas, com uma grande demanda por matrículas em regiões específicas, como Paranoá, Guará e São Sebastião.

 

No Paranoá, a data de início das aulas do CED 01 será informada aos estudantes até sexta-feira. Eles perderam as aulas dos primeiros dias desde a volta, duas semanas atrás. Mas terão todo esse período reposto ao longo das próximas semanas, de forma a receberem os 200 dias letivos, como todos os demais da rede pública de ensino.

 

Na Coordenação Regional de Ensino do Paranoá, estudam 27 mil crianças e jovens. Quatro mil deles estão no ensino médio.

 

A criação de novos espaços para acomodar a demanda também aconteceu em São Sebastião. Lá, a Secretaria de Educação criou o CED Zumbi dos Palmares, que vai receber 600 estudantes. Destes, 400 são do ensino médio, oriundos do CED 01 e do CED São Francisco, conhecido como Chicão. Os demais são do ensino fundamental e do ensino médio, 50 e 150 estudantes, respectivamente, que perderam os primeiros dias de aula.

 

Na regional de São Sebastião, estudam 23,4 mil crianças e jovens em 27 escolas, incluindo o CED Zumbi dos Palmares. Foto: Álvaro Henrique | Ascom/SEEDF

 

O CED Zumbi dos Palmares faz parte do Complexo Educacional de mesmo nome, inaugurado em 8 de fevereiro, às margens da DF-473. O complexo também abriga o Centro Interescolar de Línguas (CIL) e a Coordenação Regional de Ensino (CRE), que já estão em funcionamento.

 

A transferência dos estudantes para lá se dará em duas etapas. A primeira englobará 200 estudantes, que terão aulas em salas ainda não utilizadas pelo CIL. Estes terão aulas lá a partir de 7 de março.

 

Os demais ficarão na escola de origem até que se conclua o processo de aluguel de um prédio na área do Pró-DF.

 

Nenhum desses estudantes perderá um sequer dos 200 dias letivos de 2022.

 

Na regional de ensino de São Sebastião, estudam 23,4 mil crianças e jovens em 27 escolas, incluindo o CED Zumbi dos Palmares.

 

SRIA

 

Na regional de ensino do Guará, a demanda aconteceu a partir de 300 estudantes oriundos das Escolas Classes 01 e 02 da Estrutural. Para atendê-los, a Secretaria de Educação está alugando um espaço na QE 42, Área Especial 1, do Guará II. A unidade vai atender todos eles.

 

A regional de ensino do Guará atende 23 mil estudantes em 28 escolas.

 

Obras em todo canto

 

A existência de demanda aquecida por matrículas neste ano gerou a necessidade de expansão da rede pública, com a criação de mais salas de aula por todo o DF.

 

Por conta disso, há 18 obras em andamento para a construção de novas escolas. Serão abertas 16 mil novas vagas para estudantes.

 

Outras nove novas escolas estão em processo adiantado de licitação, contemplando mais 8,5 mil crianças e adolescentes, da creche ao ensino técnico.

 

Na Estrutural, está em licitação uma creche e serão licitados um centro educacional e um centro de ensino médio.

 

Na região do Crixá, em São Sebastião, há previsão de lançar a licitação de um centro educacional no primeiro semestre.

 

Até o fim do ano, há expectativa de licitar um centro de ensino médio no Paranoá Parque.

 

Em março, irão começar as obras de reconstrução da EC 425 de Samambaia e a construção do CED Mangueiral e do CEPI da Estrutural.

 

Confira as obras em execução:

Obras Em Execução Nº Salas de aula Capacidade | Alunos Valor
CAIC Castello Branco (Reconstrução) 22 1.120 R$ 10.456.014,24
CEM 10 De Ceilândia (Reforma Geral) 17 1.280 R$ 5.078.233,60
CEPI Qd 109 Recanto das Emas 10 188 R$ 4.038.009,81
CEPI Qd 23 Planaltina 10 188 R$ 4.139.568,48
CEPI EQ 01/02 Gama 10 188 R$ 4.282.019,12
EC 52 (Reconstrução) 19 1.254 R$ 8.033.310,99
EC 59 de Ceilândia (Reconstrução) 14 840 R$ 6.089.958,68
EC Qd 203 Itapoã 19 1.254 R$ 8.389.197,25
EC 304 Recanto das Emas 19 1.254 R$ 9.918.999,82
Escola Técnica de Santa Maria 12 2.400 R$ 11.851.515,59
Escola Técnica do Paranoá 12 2.400 R$ 12.300.000,00
CEPI Gama Vila DVO 10 188 R$ 3.747.268,10
CEPI 201 Santa Maria 10 188 R$ 4.218.278,13
CEPI EQNP 8/12 Ceilândia 10 188 R$ 4.248.735,16
CEPI  Qd 112 Recanto das Emas 10 188 R$ 4.860.190,27
EC 502 do Itapoã 17 1,360 R$ 12.700.000,00
EC 401 do Itapoã 17 1.360 R$ 12.700.000,00
CEPI Vila Telebrasília 10 188 R$ 4.807.580,15
Governo do Distrito Federal