Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
2/03/20 às 16h29 - Atualizado em 2/03/20 às 16h29

Diretores das escolas de gestão compartilhada são homenageados

Quatro escolas receberam destaque pela aceitação e implementação do projeto inédito no DF

 

Nathália Borgo, ASCOM/SEEDF

 

Foto: Andre Amendoeira, Ascom/SEEDF

 

Os quatro diretores pioneiros do projeto Gestão Compartilhada nas escolas da Secretaria de Educação do Distrito Federal foram homenageados nesta segunda-feira (2/3) durante a solenidade mensal de hasteamento de bandeira da Secretaria de Segurança Pública do DF (SSP/DF). Foram destacados os resultados positivos da divisão de responsabilidades pedagógicas e disciplinares entre a Educação e a PM no CED 01 da Estrutural, CED 03 de Sobradinho, CED 07 de Ceilândia e CED 308 do Recanto das Emas.

 

Por meio de consultas públicas, em 2019, a comunidade elegeu o projeto como uma via de mudança e melhorias para as unidades. No caso do CED 308 do Recanto das Emas, o diretor Márcio Jesus Faria contou que algumas turmas alcançaram índice zero de evasão. “O mais importante é a gente poder mudar a vida dos alunos. Quando falamos em mudança de comportamento de pessoas, não é de um dia para o outro. Mas já percebemos que os estudantes estão mais comprometidos e vão continuar. A gente educa muito mais pelo exemplo que pela fala”, destacou.

 

Após a implantação do projeto, ainda no início de 2019, foi criada em 13 de novembro do mesmo ano a Subsecretaria de Gestão de Escolas Compartilhadas, responsável pelo evento desta segunda-feira, e, em 31 de dezembro o Comitê Gestor das Escolas de Gestão Compartilhada. O modelo inédito no DF já conta com nove escolas cívico militares em pleno funcionamento e a décima segue em fase de implementação.

 

Devido ao tamanho da comunidade escolar envolvida com o CED 7 de Ceilândia, a diretora Adriana de Barros relatou que foi preciso uma votação de cédulas para eleger o novo modelo como o melhor para a unidade. “Ficou muito claro o que a comunidade queria. Não temos nem como expressar a nossa gratidão por nossa escola ter sido escolhida”, disse.

 

Emoção também expressada por Estella da Silva, diretora do CED 01 da Estrutural. “Com um ano do projeto, já sentimos que a escola está mais disciplinada. Está em transformação, porque sempre devemos melhorar, mas já atingimos 80% das nossas expectativas”, ressaltou.

 

Os gestores das escolas da SEEDF se sentem constantemente na obrigação de prestar contas com a sociedade. Para eles, há um longo caminho a ser aperfeiçoado, porém irreversível. “O projeto de Gestão compartilhada é de uma excelência singular, na medida que procura mesclar o conhecimento com questões éticas, sociais e morais”, destacou o diretor do CED 03 de Sobradinho, Geraldo Ramos Calado.

 

O projeto demanda articulação de diversos atores institucionais. Na Secretaria de Estado de Educação, cada subsecretaria tem sua atribuição voltada para o modelo de gestão compartilhada.