Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
14/08/21 às 11h35 - Atualizado em 14/08/21 às 11h43

Educação e Patrimônio

Jornadas do Patrimônio DF em 2021 trazem temas de relevância social  

 

Por Íris Cruz, Ascom/SEEDF

 

 

A 9ª edição das Jornadas do Patrimônio começa no dia 17/8, data que homenageia o Patrimônio Cultural no Distrito Federal, com o tema Caminhos Participativos.

 

Consolidada como um evento técnico, científico, educativo e cultural, a iniciativa traz assuntos de relevância social para a comunidade do Distrito Federal. Assim como em 2020, as atividades serão todas on-line, com transmissão no canal do YouTube da Subsecretaria de Formação Continuada dos Profissionais da Educação (Eape). A programação é livre e os 200 primeiros participantes de cada mesa recebem declarações de participação.

 

Confira a programação

img-responsiva 7/8

img-responsiva 14h30

Caminhos Participativos na Educação Patrimonial

A abertura do evento será no dia do Patrimônio Cultural e terá como palestrante Sônia Rampim, coordenadora de Educação Patrimonial do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), com mediação de David Nogueira, gerente de Educação Ambiental, Patrimonial, Língua Estrangeira e Arte SEEDF. O dia faz parte do calendário escolar da pasta e eventos oficiais do Distrito Federal.

img-responsiva 19/8

img-responsiva 14h30

Brasília: a cidade com asas

O segundo dia de palestra terá como foco reflexões sobre o livro “Gabriel em Brasília: a cidade com asa”. A autora Elisa Leonel fará uma imersão na obra literária com base nos processos de ensino-aprendizagem fundamentados na educação. Palestrantes: gerente de Políticas de Leitura da SEEDF, Sonia Maria Soares, e a professora de Artes Visuais e integrante da equipe de Educação Patrimonial da SEEDF Renata Azambuja.

img-responsiva 24/8

img-responsiva 14h30

Educação para cidadania – escola, museu e cidade

Para falar sobre a união entre educação e cidadania no contexto escolar, museal e urbano, o evento contará com a participação da doutora Eva Waisros Pereira, do Museu da Educação do DF, e de Atila Tolentino, especialista em gestão de políticas públicas de cultura. A mediação será da professora Vanessa N. Freitas, integrante da equipe de Educação Patrimonial da SEEDF.

img-responsiva 26/8

img-responsiva 14h30

Museu como espaço educativo

Diante de reflexões do museu como espaço educativo, a palestra será apresentada pela supervisora de acervo do Museu Nacional da República, Morena Reis; pela coordenadora do Museu Nacional da República, Arlene Von Sphsten; e pela coordenadora pedagógica  do Educativa Museu Nacional, Viviane Pinto. A mediação ficará com a diretora do Museu Nacional da República, Sara Seilert.

img-responsiva 31/8

img-responsiva 14h30

Conselho de Defesa do Patrimônio Cultural

O quinto dia das Jornadas do Patrimônio será marcado pela apresentação do Conselho de Defesa do Patrimônio Cultural do DF como espaço de participação. Para isso, a participação especial do secretário de Cultura e Economia Criativa, Bartolomeu Rodrigues, Secretário de Cultura e Economia Criativa. Também estarão presentes a diretora de Preservação da Secretaria de Cultura e Economia Criativa, Daniela Zambam; e de José Cavalcanti, do Conselho de Defesa do Patrimônio Cultural do DF (Condepac). O encontro será mediado pela Letícia Viana, membro do Condepac.

img-responsiva 2/9

img-responsiva 14h30

Democracia e formas e participação social

Para promover o debate sobre as potencialidades e as possibilidades na construção de caminhos participativos para o fortalecimento da democracia nos processos de ensino- aprendizagem, o evento contará com a palestra do especialista em Carreira de Políticas Públicas e Gestão Governamental Daniel Pitangueira de Avelino e da professora aposentada da Faculdade de Educação da Universidade de Brasília (UnB) Maria Luiza Pinho Pereira. A conversa será conduzida pela professora de história Inara Bezerra Pereira Sousa, integrante da Equipe de Educação Patrimonial da SEEDF.

   

Trabalho em equipe

 

A ideia é que os encontros inspirem professores, demais profissionais de educação, agentes culturais e estudantes na construção de caminhos participativos que possam valorizar a identidade local, revisitar memórias e fortalecer as noções de pertencimento.

 

Para isso, a Secretaria de Educação trabalha em parceria com a Superintendência do Iphan no DF e a Secretaria de Cultura, com apoio da Câmara Legislativa e da UnB.