Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
7/06/19 às 17h41 - Atualizado em 7/06/19 às 17h41

Educação marca presença na 35ª FeLib

Guilherme Marinho, Ascom/SEEDF

 

Já no primeiro dia da Feira do Livro de Brasília (FeLib), nesta sexta-feira (6), no Complexo Cultural da República, a Secretaria de Educação (SEEDF) esteve presente. A pasta terá diversas ações durante os dez dias de evento, como o encontro de formação para educadores, espaço cinema, galeria do cerrado, entre outras. Ao menos 10 mil estudantes, de 240 escolas da rede pública de ensino do DF, vão visitar a FeLib.

 

Foto: Guilherme Marinho, Ascom/SEEDF

A diretora de serviços e projetos especiais de ensino da SEEDF, Ana Karina Braga, salienta que muitas das unidades selecionadas fazem parte d programa Escolas que Queremos, que será lançado na próxima segunda-feira (10/6), e pretende, principalmente, melhorar os índices de aprendizagem nas unidades com baixos indicadores educacionais. “Além de os estudantes virem para um ambiente de leitura e de aprendizado, é uma oportunidade de crescimento cultural em geral. Aqui eles podem ir ainda ao Museu da República e à Biblioteca Nacional. A gente espera que eles aproveitem muito!”, explica Karina.

 

Na última terça-feira (4/6), a pasta liberou R$ 1 milhão, por meio do Programa de Descentralização Administrativa e Financeira (PDAF), para que unidades escolares e coordenações regionais de ensino adquiriram obras literárias, paradidáticas, de referência e especializadas na feira. No total, 697 escolas serão contempladas com os recursos para compor as bibliotecas escolares.

 

A professora Vivian Mendonça trouxe os alunos do 5º ano do Centro de Ensino Fundamental (CEF) Metropolitana do Núcleo Bandeirante para conferir as atrações. “Eles estão adorando! A quantidade de livros aqui enche os olhos e abre o mundo da leitura para as crianças. Os estudantes se inspiram e a feira ajuda a despertar esse interesse”, garante a educadora que atua há sete anos na rede pública do DF.

 

Foto: Guilherme Marinho, Ascom/SEEDF

Lucas Lima, de 10 anos, é um dos alunos de Vivian. Além de leitor, ele é também escritor. O menino publicou “Os aventureiros” em 2018. “Para escrever um livro, você precisa soltar a imaginação e se colocar no lugar do leitor. Daí a gente pode ver o que ficou legal e o que não ficou”, afirma o jovem escritor. Lucas não perdeu tempo, assim que chegou à FeLib já ficou de olho em alguns títulos. “Comprei histórias em quadrinho dos Vingadores na primeira banca que vi. Eu amo aventuras”, revela.

______
A 35ª Feira do Livro de Brasília vai até 16 de junho. É aberta ao público e a entrada é gratuita.

Guia 35ª Felib