Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
22/03/18 às 14h30 - Atualizado em 30/10/18 às 14h09

Projeto para reflorestar Córrego Chapadinho

 

Iniciativa começou em parceria com a Polícia Federal, no Projeto Carbono Neutro, e agora conta com apoio da Universidade de Brasília (UnB)

 

Foto divulgação

Os 1,6 mil estudantes da Escola Parque Cidade da Natureza de Brazlândia estão envolvidos em um projeto muito especial: reflorestar o córrego Chapadinho, que passa no fundo do terreno da instituição e desemboca no Rio Descoberto, principal fonte de abastecimento de água do Distrito Federal.  A ideia começou a ser colocada em prática no início de 2017, quando a escola firmou uma parceria com a Polícia Federal para implementação do Projeto Carbono Neutro.

 

O objetivo do projeto era mapear as emissões de gases do efeito estufa, em especial do gás carbônico (CO2), e tentar reduzir a emissão desses gases poluentes aumentando a quantidade de árvores plantadas, reflorestando as margens do córrego Chapadinho.

 

A partir deste ano, a parceria passou a ser com a Universidade de Brasília (UnB). Por enquanto, os estudantes estão fazendo o monitoramento e a medição do córrego. Depois, toda a área externa será mapeada e também será realizado um trabalho de conscientização junto aos chacareiros que possuem chácaras por onde o Chapadinho passa para que eles aprendam a cuidar das nascentes e recebam as mudas que serão plantadas durante a fase de reflorestamento.

Mudas

As mudas que vão ser utilizadas no reflorestamento são cultivadas pelos alunos na própria escola. Tudo começa com a separação do lixo. Os resíduos orgânicos são usados nas composteiras e minhocários para a produção de adubo para a horta da escola e para o cultivo de mudas de árvores nativas para reflorestamento de nascentes.

 

Segundo a diretora da Escola Parque da Natureza de Brazlância, Cláudia Simone Fernandes Caixeto, todo esse processo faz parte das ações pedagógicas sistemáticas e dos mutirões agroecológios desenvolvidos pela unidade. “Queremos começar a fase de reflorestamento até o meio deste ano. É mais um projeto para ensinar, na prática, aos nossos alunos a cuidar do meio ambiente e preservar a natureza”, afirmou.

 

A Escola Parque Cidade da Natureza de Brazlânida está presente no 8º Fórum Mundial da Água, realizado em Brasília até 23 de março.