Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
2/12/20 às 18h22 - Atualizado em 3/12/20 às 12h03

Escolas compartilham práticas de sucesso no ensino remoto

Fórum promovido pela regional do Plano Piloto mostra o trabalho de professores e de gestores que se reinventaram

 

Nathália Borgo, Ascom/SEEDF

 

 

A partir do êxito da primeira edição, realizada em agosto, a Coordenação Regional de Ensino do Plano Piloto (CRE PP) está apresentando, nesta quarta-feira, 2 de dezembro, o II Fórum de Trocas de Experiências em Ensino Remoto. A ideia é dar visibilidade à superação de professores e de gestores com suas estratégias para manter o engajamento das comunidades escolares em tempos de pandemia.

 

“Quão maravilhoso é constatar que os nossos professores e os nossos gestores estão empenhados em garantir uma educação de qualidade no ambiente remoto. É muito gratificante. Sintam-se abraçados como gesto de gratidão ao esforço de cada servidor, cada pai, mãe, estudante e gestor escolar”, comemorou a coordenadora regional do Plano Piloto, Edilene Abreu, destacando a importância de replicar as experiências para as demais escolas do Distrito Federal.

 

A programação é ao vivo, também com tradução para libras, no canal da CRE PP no YouTube.

 

As edições da manhã e da tarde já foram realizadas e estão disponíveis para quem não pode acompanhar. No noturno, o fórum vai começar às 19 horas e, logo após, também poderá ser acessado. Ao todo, são 14 trabalhos de escolas da região nos anos finais do Ensino Fundamental, Ensino Médio, Educação de Jovens e Adultos (EJA),  Educação Profissional, Ensino Especial, incluindo as Salas de Recursos, Classes Especiais e Altas Habilidades dessas etapas.

 

A coordenadora da regional de ensino do Plano Piloto, Edilene Abreu, e a coordenadora da Unieb, Juciele Ortiz Rosa, conduzem as transmissões |Foto: Ascom/SEEDF

 

Educação ambiental

 

A apresentação da Escola da Natureza foi sobre a Educação Ambiental no Ensino Remoto. Durante esse período, a unidade tem utilizado diversas linguagens para partilhar informações, ideias e sentimentos. A fonte de inspiração tem sido, desde o princípio, a grande mestra: a mãe natureza e sua capacidade de adaptação e recuperação, influenciando no ser humano.

 

“Pensando nisso, criamos uma nova trilha para nos comunicarmos com estudantes e familiares da Escola Classe 416 Sul, trazendo para esse coletivo a natureza em todas as suas formas e representações”, afirma a locutora do trabalho apresentado nesta quarta-feira.

 

Os estudantes foram estimulados a práticas de exercícios físicos na natureza e à produção de terrários, por exemplo, sob a ideia de criar miniecossistemas para estimular a imaginação e ressaltar a importância do caminho das águas no planeta. Outro projeto foi o minhocário, com sistema de composteira doméstico, como solução para reduzir o lixo orgânico acumulado em lixões que poluem o meio ambiente. Por fim, também apresentaram o trabalho realizado sobre as culturas africana e indígena, por meio das artes, para valorizar os povos na formação da identidade do povo brasileiro.

 

Matemática e criatividade

 

Do Centro de Ensino Fundamental Athos Bulcão (CEFAB), a professora de matemática Simone dos Santos explicou como faz o uso do aplicativo Jamboard para as aulas – o quadro em branco colaborativo, 55 polegadas, com tecnologia de nuvem.

 

“Além da ferramenta possibilitar a apresentação das atividades, de fazer demonstrações, eu consigo fazer interação com os estudantes. Então, previamente, eu preparo meus slides e, na hora da minha aula, eu libero o link como edição para que eles possam participar”, relata. A docente também consegue dividir os estudantes em grupos na plataforma para realizar os trabalhos, disponibilizando o link do Meet.

 

I Edição

 

A primeira edição do Fórum de Trocas de Experiências em Educação Remota foi realizada nos dias 19 e 26 de agosto, também nos três turnos, pela internet. No primeiro dia, professores do Ensino Fundamental, Ensino Médio, Escola de Natureza Especial, Educação Profissional e Educação de Jovens e Adultos (EJA) revelaram suas práticas de sucesso. Já no dia 26 foi a vez da Educação Infantil, anos iniciais do Ensino Fundamental, Educação Especial, Sala de Recursos, Classe Especial, Escola Parque e Bibliotecas Públicas.

 

As apresentações do I Fórum também estão disponíveis no canal da CRE PP no YouTube.

 

Trabalhos e experiências | Apresentação em 2 de dezembro

 

Matutino

CEF CELAN – Ensino de História Remoto

CEF GAN – Projeto Afrogan

CEP Escola de Música de Brasília – Madrigal de Brasília e Prática do Canto Coral no Ensino

CED Gisno – Halloween

Escola da Natureza – Educação Ambiental no Ensino Remoto

CEF Athos Bulcão (CEFAB) – Matemática e criatividade

 

Vespertino

CEM Paulo Freire – Trilhando histórias no chão da escola: iniciativas e projetos coletivos

CEF 07 de Brasília – Jovens Talentos

CED do Lago Sul (CEL) – Machado de Assis em HQ

CEP Escola de Música de Brasília – Musicalização Infantojuvenil e Escola de Música de Brasília

CEMI Cruzeiro – Experiências pedagógicas do CEMIC

CED do Lago Sul (CEL) – Projeto Mexa-se!

 

Noturno

CESAS – Encontro MEET com os alunos do 1º segmento

CED 02 do Cruzeiro (EJA) – Desafios e Conquistas: Ensino Remoto, Alfabetização Digital, Inclusão Digital e outras possibilidades na realidade do 1º segmento da EJA