Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
9/08/21 às 12h34 - Atualizado em 9/08/21 às 16h57

Estudantes dos anos iniciais voltam às aulas

Com sorrisos cobertos por máscara, os olhinhos das crianças brilhavam ao rever amigos e professores

 

Por Íris Cruz, Ascom/SEEDF

 

Secretária de Educação, Hélvia Paranaguá, acompanhou a chegada dos estudantes dos anos iniciais no CEF Metropolitana, do Núcleo Bandeirante. Foto: Mary Leal, Ascom/SEEDF

 

Nesta segunda-feira, 9, o retorno presencial na rede pública do Distrito Federal foi para os estudantes dos anos iniciais do ensino fundamental. Com sorrisos cobertos por máscara, os olhinhos das crianças brilhavam ao rever amigos e professores. A secretária de Educação, Hélvia Paranaguá, acompanhou a chegada desse novo ciclo de perto, no Centro de Ensino Fundamental (CEF) Metropolitana, do Núcleo Bandeirante, tombado pelo patrimônio histórico.

 

A expectativa é a melhor possível e, com base no retorno que se iniciou semana passada, observamos que as famílias entenderam a importância das crianças estarem nas escolas. Quero agradecer aos profissionais de educação por toda dedicação e pela forma como têm feito um retorno tão positivo”, afirmou.

 

O secretário executivo, Denilson Bento da Costa, também acompanhou a retomada das aulas. “A gente vê o comprometimento de todos os profissionais da educação e o empenho dos pais em trazer os estudantes, confiando na escola e nosso trabalho”, destacou.

 

Ao todo a Secretaria de Educação tem 416 escolas que ofertam os anos iniciais (1º ao 5º) do ensino fundamental e 150.475 estudantes estão matriculados nessa etapa.

 

Uma volta esperada

 

Toda a segurança sanitária garantida para a retomada das aulas presenciais. Foto: Mary Leal, Ascom/SEEDF

 

Entre os estudantes o sentimento é o mesmo: uma mistura de ansiedade e alegria em rever professores e colegas.

 

A frase de Eloísa Gonçalves, de 9 anos, transparece a emoção: “Eu estava com muita saudade de vir para a escola e estou muito feliz em voltar com a aula presencial.

 

A mãe da pequena, Eliane Gonçalves, também se mostrou feliz com o retorno. “Estou confiante e torcendo para dar tudo certo. Acredito que, até pela questão psicológica das crianças, já estava na hora desse retorno”, destacou.

 

Dedicação

 

A diretora do CEF Metropolitana, Kenya Marques, recebeu cada um dos pequenos. “Nós estamos aguardando os estudantes com muita ansiedade e com muito carinho. Tudo foi preparado e toda a segurança foi reforçada. Nossos professores estão preparados com planejamentos de ações para o resgate da aprendizagem. Tanto em termos físicos, quanto em termos pedagógicos, estamos prontos para o retorno presencial”, afirmou.

 

Leia também
Alegria e segurança marcam retorno da educação infantil
Guia orienta gestores, professores e pais de alunos para o retorno presencial
Volta às aulas com campanha educativa de combate à covid-19
 

O CEF Metropolitana foi fundado em 1959. A escola, tombada pelo patrimônio histórico em nível distrital e federal, fica junto à Praça Nossa Senhora Aparecida, no centro da cidade. Trata-se de uma das primeiras unidades de ensino construídas no DF pela Novacap e a única que teve a estrutura preservada desde o período da construção de Brasília.

 

Dentro das salas de aula, os professores têm orgulho de fazer parte dessa história e também desse momento marcante de retomada das atividades presenciais. É o que mostra a professora Patrícia Reis, do segundo ano: “Eu sou bem alegre e esperançosa. Estou motivada a fazer o melhor e acredito que tudo vai dar certo.

 

Retorno escalonado

 

Turmas vão se revezar. Numa semana, metade vai presencial e a outra metade tem atividades remotas medidas pelo professor. Foto: Mary Leal, Ascom/SEEDF

 

As aulas serão por revezamento. Em uma semana, metade da turma vai presencialmente e a outra metade tem atividades remotas medidas pelo professor. Na semana seguinte, as turmas se invertem.

 

A retomada acontece de forma escalonada. Também estão voltando às aulas presenciais nesta segunda-feira os estudantes do 1º segmento da educação de jovens e adultos (EJA), que conta com 4.005 matriculados.

 

A educação infantil voltou em 5/8. No dia 16/8, será a vez dos anos finais do ensino fundamental e do 2º segmento de EJA. No dia 23, voltam o ensino médio e a educação profissional. No dia 30, será a vez das escolas de natureza especial, dos centros interescolares de línguas e dos centros de ensino especial.

 

Veja as fotos do retorno no CEF Metropolitana:

 

Volta às aulas