Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
5/11/21 às 14h48 - Atualizado em 5/11/21 às 14h48

Feira de Oportunidades para estudantes de Ceilândia

Projeto Jovem Protagonista traz palestras, mentorias, oficinas e vagas de estágio

Thaís Rohrer | Ascom/SEEDF

 

Estudantes Janaína, Marcos e Geisilane estavam motivados com as atividades da Feira de Oportunidades. Foto: Mary Leal | Ascom/SEEDF

 

Um mundo de possibilidades em que o estudante é o centro do trabalho desenvolvido com os jovens do Centro Educacional (CED) 16 de Ceilândia. Para seguir nesse processo, está ocorrendo a Feira de Oportunidades, que integra o projeto Jovem Protagonista, de 5 a 7 de novembro, na sede da escola.

 

A abertura do evento começou com um bate-papo sobre a importância do desenvolvimento de habilidades nas diferentes áreas da vida durante a juventude, nesta sexta-feira, 5.

 

É muito bom estar aqui com vocês, voltando para essa etapa presencial depois de tantas dificuldades que passamos no contexto da pandemia. Os dons e virtudes que comecei a desenvolver na escola foram fundamentais ao longo da minha vida, como o respeito e a disciplina”, destacou Carlos Ney, coordenador regional de ensino de Ceilândia. “Eu sempre falo que o esporte e a escola foram muito importantes na minha formação e vocês têm isso acessível na rede pública”, completou.

 

O momento foi de descontração. Várias personalidades dividiram as experiências da época da adolescência, entrada no mercado de trabalho e escolha da profissão, entre outros temas.

 

Carlos Ney, CRE de Ceilândia, conversa sobre suas experiências na juventude. Foto: Mary Leal | Ascom/SEEDF

 

O projeto Jovem Protagonista foi idealizado pelo Instituto Mundial para as Relações Internacionais (IRwi) com ações que envolvem três eixos: motivação, conhecimento e oportunidade. A Secretaria de Educação do DF e outros parceiros ajudaram na realização da atividade no CED 16.

 

Durante esses três dias, os estudantes poderão participar de oficinas, palestras e mentorias sobre temas como empregabilidade, empreendedorismo e tecnologia. Há também espaços para discussão das profissões e uma agência de estágio com vagas disponíveis para os alunos em empresas do Distrito Federal.

 

Essa é a primeira edição presencial realizada no Brasil em 2021, mas o projeto já foi desenvolvido em diversos países, como Equador e Portugal, para impulsionar os jovens ao protagonismo. A ideia é que eles possam enxergar oportunidades e desenvolverem suas habilidades ao longo da vida”, contou Carolina Valente, presidente do IRwi.

 

O trio de estudantes do CED 16 Janaína Marques, Geisilane Silva e Marcos Vinícius estava animado com as possibilidades trazidas pela feira. “A escola se superou dessa vez com esse evento. Nós realmente gostamos muito! Vamos conhecer mais das profissões e de tantas áreas”, resumiu Janaína.

 

Nós, como gestores, temos a missão de apontar caminhos, trazer oportunidades. A escola está aqui para dar todo o suporte para que vocês realmente alcancem os objetivos que estão no coração de cada um”, aconselha Wellington Queiroz, diretor do CED 16.

 

O primeiro dia da Oficina de Oportunidades foi reservado exclusivamente para os 1.470 estudantes do CED 16 de Ceilândia, mas os alunos das escolas próximas e a comunidade também poderão participar do evento nos dias 6 e 7 de novembro.