Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
24/06/21 às 21h59 - Atualizado em 25/06/21 às 12h23

Nova estratégia na vacinação da educação

Após atraso nas vacinas, imunização passa a ser feita por regional de ensino, não mais por etapa de aprendizagem

 

Da Redação | Ascom/SEEDF

 

Foto divulgação

 

Os planos tiveram que ser alterados por causa do atraso na chegada da vacina ao Brasil, mas a vacinação dos profissionais da educação do DF será retomada no sábado, 26. Com o imunizante chegando em lotes menores, houve uma mudança de estratégia. A partir de agora, a vacinação se dará por regional de ensino. A alteração, entretanto, não muda a programação: todos os profissionais da educação pública estarão imunizados nos próximos dias. Assim, as aulas presenciais voltam dia 2 de agosto.

 

No primeiro dia da retomada da vacinação, sábado, todas as escolas das coordenações regionais de ensino (CRE) de Brazlândia, Guará e Recanto das Emas terão seus profissionais imunizados — da educação infantil até o ensino médio —, assim como parte das escolas de Taguatinga.

 

Nesse dia, serão cinco mil doses da vacina fabricada pela Janssen Farmacêutica, cujo protocolo de uso prevê dose única para imunização completa.

 

Programação de vacinação
Sábado Domingo Segunda Terça
CRE Brazlândia CRE Samambaia (parte) CRE Samambaia Iniciativa privada
CRE Guará CRE Paranoá (parte) CRE Planaltina
CRE Recanto das Emas CRE Santa Maria CRE Paranóa
CRE Taguatinga (parte) CRE São Sebastião CRE Taguatinga

 

No domingo, 27, a Secretaria de Saúde porá à disposição da Educação outras cinco mil doses, sempre da vacina da Janssen. A mesma estratégia será aplicada. Todas as escolas das regionais de ensino de Santa Maria e de São Sebastião serão contempladas, assim como parte do Paranoá e de Samambaia.

 

Na segunda-feira, 28, oito mil doses da vacina Janssen serão aplicadas. Serão completadas as demais escolas das regionais de Taguatinga, Samambaia e Paranoá, assim como todas as unidades da regional de Planaltina.

 

Leia também
Tem vacinação neste fim de semana
42 mil doses em 13 dias
Plano de Vacinação da Educação retomado com alterações
Primeira semana de vacinação concluída com sucesso
Vacinação de diretores de escolas públicas entra na reta final

Desta forma, nove das 14 regionais de ensino da rede pública do DF estarão totalmente imunizadas até segunda-feira. Restarão as regionais de Ceilândia, Gama, Sobradinho, Núcleo Bandeirante e Plano Piloto. Estas serão convocadas nos próximos dias, com a chegada de novos lotes da vacina da Janssen.

 

Na terça-feira, um lote de oito mil doses será direcionado aos professores das escolas privadas.

 

A estratégia foi adaptada para lidar com a realidade de lotes menores de imunizante ofertados ao Plano de Vacinação da Educação. Num primeiro momento, a Secretaria de Educação concebeu a ideia de vacinar por etapa de aprendizagem, começando pelas creches e subindo de fase até atingir o ensino superior.

 

Com a decisão do governador Ibaneis Rocha de direcionar todo o lote da Janssen à Educação — inicialmente seriam 34 mil doses —, o plano foi refeito e todos os professores de todas as escolas públicas seriam imunizados num período de 13 dias.

 

Mas o Ministério da Saúde recebeu menos vacinas do que o esperado e esse número caiu para menos da metade do previsto. Daí a necessidade de alterar o plano mais uma vez. É meramente questão de logística. Todos os profissionais da rede pública de ensino estarão imunizados e as aulas presenciais retornam ao fim do recesso escolar de julho.

 

Nós vamos voltar em agosto com todos os protocolos sanitários ativados. Haverá aferição da temperatura na entrada da escola, dispositivos para limpar as mãos com álcool gel e respeito ao distanciamento dentro das salas de aula”, explica o secretário de Educação, Leandro Cruz. “Dessa forma, teremos que ter metade da turma na escola e metade acompanhando de casa, intermediado por tecnologia. Na semana seguinte, quem estava em casa vai pra escola e quem estava na escola vai pro ensino remoto. Vamos alternando até que o Distrito Federal se declare livre da pandemia”, completa o secretário.

 

A execução do Plano de Vacinação da Educação permanece o mesma. Os professores serão convocados. Receberão um e-mail da escola, informando o dia e o local da vacinação. Eles deverão se apresentar na data e posto indicado, dentro do período de funcionamento do posto, das 9h às 17h.

 

Para esta nova etapa, a Secretaria de Saúde disponibilizará cinco postos de vacinação. São eles:

 

Sesc Ceilândia

• Taguaparque

• Uniplan Águas Claras

• Parque da Cidade – estacionamento 12

• Torre de TV

 

Além da convocação pela escola, nós vamos publicar no site da Secretaria de Educação a lista com data, local e o nome de todos os profissionais convocados para vacinação, na véspera do dia para o qual ele foi convocado”, explica o secretário-executivo, Fábio Sousa.