Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
26/07/21 às 16h37 - Atualizado em 26/07/21 às 16h37

Segunda dose antecipada para os profissionais da Educação

Seis mil profissionais da educação que tomaram AstraZeneca em maio são chamados para completar a imunização a partir de amanhã

 

Da Redação, Ascom/SEEDF

 

Foto: Álvaro Henrique, Ascom/SEEDF

 

A antecipação da segunda dose dos profissionais de educação começa na manhã desta terça-feira, 27, em qualquer ponto de vacinação do Distrito Federal. A vacina está disponível exclusivamente para aqueles que tomaram o imunizante Oxford/AstraZeneca na primeira fase do Plano de Vacinação da Educação — entre 21 de maio e 2 de junho. Eles não serão convocados novamente. Basta comparecerem nos postos de vacinação.

 

São seis mil profissionais que atuam nas creches públicas, parceiras da rede pública e privadas e também integrantes dos grupos gestores das escolas públicas de todo o DF. Ao se dirigir ao ponto de vacinação, o profissional deve portar:

 

Cartão de Vacinação com registro da D1 Oxford/AstraZeneca (21/5 a 02/06);

Crachá, Contra Cheque ou documento que comprove vinculação com a instituição de ensino;

Documento pessoal com foto.

 

Diferente de todos os demais da rede pública de ensino, vacinados com Janssem, cujo protocolo de uso prevê dose única para imunização completa, esses tomaram a primeira dose da vacina AstraZeneca, que prevê duas doses.

 

Na reunião que definiu a antecipação, o coordenador do Comitê Gestor da Vacinação contra a Covid-19, Divino Valero, explicou que o tempo desde a primeira dose já é de dez semanas. “A própria Organização Mundial de Saúde recomenda que o tempo mínimo entre uma dose e outra seja de oito semanas. Então não teremos quebra no processo epidemiológico da vacina. É super seguro”, disse ele.

 

Remanescentes

 

Além da antecipação da segunda dose para quem tomou AstraZeneca, a Secretaria de Educação também acertou com a Secretaria de Saúde o calendário de vacinação dos remanescentes da segunda fase do Plano de Vacinação da Educação.

 

São profissionais que por um motivo ou outro não conseguiram atender a convocação para se vacinar depois de 2 de junho. Eles não puderam ir por estarem com covid-19, ou terem tomado a vacina contra a gripe num prazo menor que 15 dias antes da data, por exemplo.

 

Para este grupo, a vacina oferecida já é a da Janssen Farmacêutica, cujo protocolo de uso prevê a administração de dose única. Quando a vacinação ocorreu, até o dia 11 de julho, a Secretaria de Educação convocou 56 mil profissionais, englobando 100% das escolas da rede pública de ensino. Desses, 2.100 não compareceram e voltam agora para a fila.

 

img-responsiva O esquema de vacinação para os remanescentes é especial: acontecerá exclusivamente na Praça dos Cristais do QG do Exército, nas próximas quinta, sexta e sábado, das 18h às 22h. Serão 700 doses por dia.

 

Estes serão convocados novamente pelas escolas onde atuam. Os nomes serão publicados no site da Secretaria de Educação, como foi feito desde o primeiro dia do Plano de Vacinação da Educação.