Governo do Distrito Federal
8/11/22 às 18h38 - Atualizado em 9/11/22 às 14h05

#TBT: Gestores da educação otimizam conhecimentos com relação ao Cartão PDAF

Durante formação, eles foram apresentados ao aplicativo do programa que será totalmente informatizado

Ícaro Henrique, Ascom/SEEDF

 

 

Servidores e gestores da rede pública de ensino do Distrito Federal se reuniram em uma capacitação para aprimorarem os seus conhecimentos com relação ao Cartão a ser utilizado no Programa de Descentralização Administrativa e Financeira (PDAF). No encontro, que foi realizado nos dias 29, 30 e 31/8, 1 e 2/9, no auditório da Subsecretaria de Formação Continuada dos Profissionais da Educação (EAPE), os gestores foram apresentados ao aplicativo que está sendo desenvolvido pelo Banco de Brasília (BRB).

 

Com a implementação do sistema, os gestores terão autonomia na escolha dos fornecedores de serviços e produtos, bem como terão menos burocratização na prestação de contas. “Começamos um novo momento, onde avançamos na área de tecnologia. Uma forma onde o diretor da escola poderá trabalhar melhor a composição de preço, assim como a escolha do MEI ou empresa responsável para efetuar um pequeno reparo na sua escola. É para vocês gestores que estamos trabalhando, inclusive para facilitar e muito a prestação de contas”, ponderou a secretária de Educação, Hélvia Paranaguá.

 

Gestores da Educação se reuniram em uma capacitação para aprender mais sobre o Cartão PDAF | Foto: André Amendoeira, Ascom/SEEDF

 

A cerimônia de abertura da capacitação também contou com a presença do gerente de Projetos do BRB, Gleysson Lima, da subsecretária da EAPE, Maria das Graças de Paula Machado, e da secretária executiva de Acompanhamento de Projetos Especiais da Secretaria de Estado de Economia, Rogéria de Oliveira Pinheiro Romanholo.

 

Com a nova plataforma, todos os recursos do programa serão movimentados pelos diretores de escolas por meio do Cartão PDAF, em um sistema totalmente informatizado, sem a necessidade de utilização de papel. Os diretores das escolas poderão utilizar as fotos das notas fiscais dos serviços prestados como forma de prestação de contas automática.

 

O aplicativo foi desenvolvido com o pensamento de organizar e facilitar a prestação de contas. Ele é voltado para a transparência e responsabilidade do usuário e funciona como o do cartão de crédito, onde cada compra ou forma de serviço realizado gera uma prestação instantânea do serviço solicitado”, explica o gerente de Projetos do BRB, Gleysson Lima.

 

O gerente do BRB ressalta, ainda, que a Secretaria de Educação poderá fazer a gestão de uso dos recursos, de forma a verificar onde os mesmos estão sendo realizados, tais como: o tipo de serviço mais utilizado pela região ou regional. Outro ponto importante é o investimento do recurso, que, ao invés de ter uma aplicação de CDB tradicional, terá uma aplicação diária em títulos públicos, então, independente da necessidade dos direitos, todos os dias o recurso será aplicado.

 

 

Governo do Distrito Federal