Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
11/11/21 às 16h48 - Atualizado em 12/11/21 às 8h56

Escola cívico-militar do Itapoã recebe instrumentos musicais

Entrega faz parte da Cidade da Segurança Pública, projeto que estará na região, com ações de policiamento, até o próximo domingo (14)

Da Agência Brasília

 

Como parte das ações da Cidade da Segurança Pública, que estará no Paranoá e Itapoã com ações de policiamento até o próximo domingo (14), a Secretaria de Segurança Pública do DF (SSP) fez a entrega de mais 72 instrumentos musicais. Desta vez, o material foi entregue ao Centro Educacional 1, do Itapoã, escola de gestão compartilhada de ensino que atende a mais de dois mil alunos da região. Os instrumentos, como flautas, surdos e clarinetes, serão utilizados em aulas de música e na formação de bandas musicais e orquestras nas unidades escolares.

 

Secretários de Educação, Hélvia Paranaguá, e de Segurança Pública, Júlio Danilo, na entrega de instrumentos musicais no CED 1, do Itapoã. Foto: Mary Leal | Ascom/SEEDF

 

Foi adquirido um total de 720 instrumentos, que estão sendo distribuídos de forma equânime entre as dez escolas de gestão compartilhada do DF. Do ponto de vista pedagógico, as atividades musicais são muito importantes e complementares ao processo de ensino. Além disso, este é um projeto de governo, do qual o governador Ibaneis Rocha é um entusiasta e não mede esforços para que possamos oferecer um modelo de ensino cada vez melhor para nossas crianças e adolescentes”, destaca o secretário de Segurança Pública, Júlio Danilo.

 

A secretária de Educação, Hélvia Paranaguá, ressaltou a importância do ensino cívico-militar, por meio do projeto Escolas de Gestão Compartilhada. “Sou oriunda de uma educação cívico-militar e tenho certeza que a experiência que tive foi muito importante para minha trajetória”, conta.

 

Hélvia frisou que a educação é transformadora, assim como a música: “Aliar os dois é somar e construir um ensino completo. Aproveitem essas oportunidades, abracem projetos como este. Tenho a certeza que vocês vão longe. Avancem nos estudos, pois farão a diferença na nossa cidade, no nosso país.

 

Um dos critérios para seleção dos alunos que poderão participar das aulas será o desempenho escolar, como explica o subsecretário de Escolas de Gestão Compartilhada da SSP, Alexandre Ferro: “Esta será uma forma de incentivá-los a ter melhor rendimento escolar. Neste sentido, é uma iniciativa importante para o processo educacional, além de ser uma atividade complementar com a qual os estudantes se identificam.

 

A diretora pedagógica do CED 1 do Itapoã, Liese Beatriz Maciel de Souza, também avalia que a música é fundamental para a formação do aluno. “A música está em tudo. Acredito que deveria ser patrimônio histórico de todo ser humano. Estamos muito felizes com o recebimento destes instrumentos”, diz. Ela lembra que os projetos musicais que serão desenvolvidos com os alunos vão impactar também a vida da comunidade do Itapoã, que passarão a ter mais entretenimento.

 

Satisfação dos alunos

 

Andrey Felype Nascimento e Ana Júlia Borges, alunos do ensino médio, comemoram entrega dos instrumentos. “A música transforma vidas”, destaca o adolescente. Foto: Divulgação/SSP

 

Para a estudante do primeiro ano do ensino médio Ana Júlia Borges, de 17 anos, a entrega dos instrumentos vai incentivar os alunos que desejam aprender música, bem como desenvolver ainda mais aqueles que já tocam, como ela. “Eu sou percursionista, toco caixa, e é uma imensa gratidão ter esse instrumento aqui na escola.” Defensora da gestão compartilhada, Ana Júlia se sente cada vez mais segura e realizada na CED 1 do Itapoã. “Com a mudança, houve uma melhora na segurança e me deixou ainda mais satisfeita por estudar em um ambiente que me ajuda a construir meus sonhos”, declara.

 

A música transforma vidas, principalmente para pessoas de periferia”, diz Andrey Felype Nascimento, de 16 anos, estudante do primeiro ano do ensino médio, que aprendeu a tocar trombone em um projeto social no Paranoá. Com a doação do instrumento, poderá aprimorar ainda mais os seus os conhecimentos na música. “É muito emocionante saber que o governo se preocupa com a nossa segurança e educação e que os alunos das escolas públicas também têm a oportunidade de ter contato com a música”, agradece o jovem.

 

Cívico-militar

 

O modelo de compartilhamento de ensino é uma parceria entre a SSP e a Secretaria de Educação (SEE). A SSP é responsável pela gestão disciplinar, com o emprego do efetivo da Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) e do Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal (CBMDF) na coordenação de atividades extracurriculares e nas ações disciplinares voltadas à formação cívica, moral e ética do corpo discente, objetivando o bem-estar social. Já a SEE responde pela gestão administrativa e pedagógica das escolas e pelo cumprimento da proposta pedagógica, conforme a Lei de Diretrizes Educacionais.