Governo do Distrito Federal
15/12/21 às 16h16 - Atualizado em 6/10/22 às 18h47

Professor novo na área

Aprovados no concurso, agora eles fazem parte do magistério público no DF

Thaís Rohrer, Ascom/SEEDF

 

Marcos Carlos Carvalho, Ellen Graziele, Jéssica Martins e Ludmila Luna efetivados como professores da rede pública: amor pela educação. Foto: Mary Leal, Ascom/SEEDF

 

Tendo os estudantes como prioridade total, a Secretaria de Educação deu posse a mais 202 professores efetivos, que, a partir da manhã desta quarta-feira, 15, começam a fazer parte do magistério público do DF. A cerimônia aconteceu na Subsecretaria de Formação Continuada dos Profissionais da Educação (Eape).

 

Com os familiares registrando tudo com os celulares, os novos membros do quadro efetivo da educação assumiram os cargos cheios de esperança e alegria. Marcos Carlos Carvalho, Ellen Graziele, Jéssica Martins e Ludmila Luna eram dos mais felizes com a nomeação e o início de uma nova etapa no magistério.

 

Esses quatro professores tem um ideal em comum após a posse: fazer o melhor trabalho em prol dos alunos da rede. Cada um dividiu um pouco da sua história de vida e fez questão de destacar a paixão por ensinar.

 

Marcos Carlos resumiu o dia da posse como rito de passagem de um momento muito buscado e esperado. “Eu vim de escola pública e sei que chegou a hora de retribuir tudo que já foi feito por mim”, destaca o professor, que vai lecionar espanhol na rede pública. “É uma língua maravilhosa e rica”, se anima.

 

A secretária de Educação do DF, Hélvia Paranaguá, participou com emoção da última posse do ano na Eape. “Hoje é dia de celebrar. Parabéns professores! Que vocês sejam muitos felizes aqui na Secretaria de Educação. Sei que não é fácil ser professor, mas com muita luta a gente consegue avançar em vários pontos”, frisa.

 

Todos os novos professores passarão por um treinamento de acolhida, na própria EAPE, entre 6 e 8 de janeiro. Nele, receberão as instruções e diretrizes do projeto pedagógico da educação pública no DF.

 

Boas expectativas para esse novo momento que começo como efetiva podendo seguir ajudando os estudantes”, afirma Ludmila Luna, que já havia trabalhado na Secretaria de Educação do DF como contrato temporário.

 

Professora de História, Ellen Graziele conta que não consegue se imaginar em outro ofício que não seja dentro de uma sala de aula. “Minha expectativa é dar o melhor de mim. Eu realmente amo o que eu faço”, frisa.

 

A colega Jéssica Martins completa: “é um dom ser professor. Eu tenho prazer de ver as crianças sendo alfabetizadas”, conta a professora de atividades. Ela revela ainda que deseja atuar com o ensino especial na rede pública, principalmente  com alunos do espectro autista .

 

Com essa última nomeação dos professores, foi zerado o cadastro reserva do concurso de efetivos. Foram 3.337 profissionais da educação convocados desde 2019 das carreiras de assistência e magistério.

 

Secretária de Educação, Hélvia Paranaguá, dá as boas-vindas as novos professores. Foto: Mary Leal, Ascom/SEEDF

 

Desafios e alegrias

 

Um privilégio e uma responsabilidade. Assim, resumiu o professor de filosofia Marcos Félix sobre o oficio de ser professor.  Ele também foi um dos empossados nesta quarta-feira, na Eape. “Todos os dias temos a oportunidade de construir novos processos de aprendizagem, ver um novo, a alegria no olhar de uma criança a cada momento. Mas tudo isso com muita responsabilidade. Somos funcionários da própria sociedade”, argumenta a docente.

 

Sorriso no olhar do novo professor efetivo da rede Marcos Félix na assinatura do termo de posse. Foto: Ascom/SEEDF

 

A professora de inglês Rafaela Xavier conta que foi uma professora da escola pública quem primeiro a inspirou a gostar da língua estrangeira. E  partir dali, novos caminhos começaram a aparecer em sua vida.  “Eu estou muito ansiosa para começar as dar aulas e mostrar para os alunos que há inúmeras possibilidades nesse mundo. Eu sou fruto da escola pública e fico feliz de voltar do lugar de onde eu vim”, conta Rafaela.

 

A professora já atuou como contatro temporário na rede pública no Centro de Ensino Médio 1 do Gama e lá implementou um projeto de recuperação de aprendizagens on-line de inglês para os alunos do local. Ela pretende seguir com projetos inovadores e multidisciplinares com os estudantes da rede.

 

Durante a posse, os novos servidores receberam uma cartilha com várias informações para esse início da carreira na Secretaria, como estágio probatório, benefícios, código de ética, legislação, organograma da pasta e telefones úteis, entre outras.

 

A subsecretária de Gestão de Pessoas da SEEDF, Ana Paula Aguiar, destacou a importância dos novos professores que ingressam na educação pública do DF. “Ter vocês aqui é muito importante. Lembrem-se:  vocês tem muitas vidas nas mãos que foram confiadas. O professor é um marco da vida do alunos, um ponto de apoio. Algumas vezes, acaba sendo um dos únicos recursos e esperanças do aluno”, afirma.

 

Posse dos professores

 

 

 

Governo do Distrito Federal