Governo do Distrito Federal
8/02/22 às 16h51 - Atualizado em 6/10/22 às 18h47

Professores podem se inscrever para dar aula na EJA do sistema prisional

São sete vagas para integrantes da Carreira  Magistério. Cadastro deve ser feito até quarta-feira (9)

Thaís Rohrer, Ascom/SEEDF

 

Professores da rede pública do DF podem participar do Processo Seletivo Interno Simplificado para dar aulas para pessoas privadas de liberdade custodiadas na Penitenciária Federal em Brasília. As inscrições vão até o dia 9 de fevereiro, às 18h, exclusivamente pelo Sistema Eletrônico de Informações (SEI). Há sete vagas disponíveis para seleção de servidores da Carreira Magistério para atuar na modalidade de Educação de Jovens e Adultos (EJA). As informações estão na portaria nº 72, publicada no Diário Oficial do DF, desta terça-feira (8).

 

Passo a passo

 O candidato deverá iniciar um processo SEI do tipo “SEE – Gestão Educacional – Processo Seletivo“;

 No processo, incluir o documento “Requerimento Geral (Formulário)“, preenchendo corretamente, solicitando a inscrição conforme a atuação pleiteada;

 Depois, deve enviar o processo para “SEE/SUBEB/UNIGEEB/DIEJA/GEPRI”.

 

Os professores vão atuar na forma presencial para o 1º segmento da EJA, e na modalidade de Educação a Distância (EaD) para os 2º e 3º segmentos, com tutoria presencial.

 

Os docentes selecionados ficam com exercício provisório no Centro Educacional 01 de Brasília (CED 01 de Brasília) para atuar no Núcleo de Ensino da Penitenciária Federal em Brasília/DF (PFBRA).

 

“A educação é um direito humano e, especialmente nas prisões, é uma ação que contribui significativamente com a ressocialização dessas pessoas, que um dia retornarão para a sociedade”, destaca a diretora de Educação de Jovens e Adultos da Secretaria de Educação do DF, Lilian Cristina Sena.

 

O processo seletivo será realizado por banca examinadora. O resultado final será divulgado no 11 de fevereiro, até as 18h, no site da Secretaria de Educação.

 

 

Governo do Distrito Federal