Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
9/03/22 às 19h39 - Atualizado em 9/03/22 às 19h39

Sessão solene na CLDF homenageia Campanha da Fraternidade

Secretária de Educação, Hélvia Paranaguá, participou do evento e falou sobre a recuperação das aprendizagens

Redação, Ascom/SEEDF

 

Secretária de Educação, Hélvia Paranaguá, participa de sessão solene em homenagem à Campanha da Fraternidade. Álvaro Henrique, Ascom/SEEDF

 

A secretária de Educação, Hélvia Paranaguá, alertou, durante a sessão solene em homenagem à Campanha da Fraternidade, na Câmara Legislativa do DF, para os pilares que vão ajudar na retomada das aprendizagens nas escolas. Um deles é a necessidade de analisar o estudante em sua integralidade, ou seja, dentro do contexto cultural e social. Este ano, o tema escolhido pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) foi “Fraternidade e Educação”, com o lema “Fala com sabedoria, Ensina com amor”.

 

“É um tema importante e está sendo abordado em um momento oportuno”, avaliou a secretária, ao citar que o primeiro passo para recuperar as lacunas deixadas na aprendizagem pela pandemia é fazer com que os estudantes se sintam integrados em seus espaços. “Para tanto, as famílias também devem trabalhar e caminhar juntas. Os desafios são grandes, mas contamos com uma Câmara Legislativa comprometida com nossas pautas e o olhar cuidadoso da CNBB, que trouxe de forma pontual um dos maiores problemas que o Brasil enfrenta: a educação”, completou a secretária de Educação.

 

O coordenador arquidiocesano da Campanha da Fraternidade, Hélio de José da Silva, citou alguns desafios a serem superados com esta proposta. “Precisamos analisar a educação atual, as políticas públicas e os impactos nas aprendizagens dos alunos. Também é importante incentivarmos propostas educativas que contribuam para  a socialização das crianças”, pontuou o coordenador, ao mencionar três pontos que serão trabalhados: escutar, discernir e agir.

 

A Campanha da Fraternidade é realizada anualmente pela CNBB durante o período da Quaresma. Esta é a terceira vez que a Igreja no Brasil escolhe o tema da educação. A sessão solene foi realizada por iniciativa dos deputados Claudio Abrantes, Jaqueline Silva, João Cardoso e Arlete Sampaio.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Governo do Distrito Federal