Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
26/08/21 às 18h06 - Atualizado em 27/08/21 às 8h27

CEF 507 de Samambaia receberá investimento de R$ 112 mil

Unidade será a única do DF a participar do Programa Brasil na Escola do Ministério da Educação

 

Thaís Rohrer, Ascom/SEEDF

 

Da esquerda para direita: Visita ao CEF 507. Maria Elizabete – CRE Samambaia; secretária de Educação do DF – Hélvia Paranaguá; secretário de Educação Básica do MEC -Mauro Rabelo e diretor CEF 507 – Elisson dos Santos. Foto: Mary Leal, Ascom/SEEDF

 

O Centro de Ensino Fundamental 507 de Samambaia participará do Programa Brasil na Escola, idealizado pelo Ministério da Educação. A unidade escolar vai receber do órgão federal R$ 112 mil para executar um plano de ações pedagógicas, com a proposta de elevar a qualidade de ensino do local.  O termo de adesão da escola ao programa foi assinado por meio da plataforma on-line do ministério, em visita realizada à escola na manhã desta quinta-feira, 26, por representantes do MEC e da secretária de Educação do DF, Hélvia Paranaguá.

 

O Programa tem o objetivo de estimular inovações e estratégias para assegurar a permanência e aprendizagem dos estudantes dos anos finais do ensino fundamental. “O Brasil na Escola será uma oportunidade ímpar para desenvolver ações que ampliem a qualidade pedagógica no CEF 507. Sei que a equipe da escola está empenhada nesse processo, por isso faço aqui um agradecimento especial aos professores que são verdadeiros heróis da resistência. Vocês lutaram muito durante a pandemia com o ensino remoto e agora começam uma nova etapa”, destaca Hélvia Paranaguá, durante conversa com os servidores da unidade.

 

O recurso será liberado em quatro parcelas, sendo a primeira em setembro deste ano, e a última até agosto de 2022. O programa será desenvolvido no decorrer de 18 meses, em parceria entre o MEC e a Secretaria de Educação, e permitirá o desenvolvimento de várias ações para melhorias na aprendizagem.

 

Essa escola fica em uma área de vulnerabilidade social em que mais de 70% dos estudantes recebem o Bolsa Família. Queremos dar mais assistência para esses alunos por meio desse Programa que vai viabilizar a melhoria da aprendizagem, com aporte financeiro e com assessoria técnica disponível”, frisa Mauro Rabelo, secretário de Educação Básica do MEC.

 

O CEF 507 de Samambaia tem 863 estudantes matriculados atualmente, que cursam do 5º ao 9º anos do ensino fundamental. A unidade vai aplicar um plano de ações com vários pontos de atuação para elevar a qualidade do ensino e maximizar o alcance das metas do Plano Nacional de Educação (PNE). Entre as propostas estão a busca ativa de estudantes com baixa frequência escolar, o acompanhamento personalizado da aprendizagem dos alunos e também a promoção de oficinas voltadas para os centros de interesse dos alunos e das famílias.

 

Esse programa vem somar com o trabalho que já é desenvolvido aqui no CEF 507, que será a única unidade do DF a receber esse incentivo do MEC. Estamos juntos para arregaçar as mangas e fazer acontecer”, afirma Maria Elizabete Ferreira, coordenadora regional de ensino de Samambaia.

 

Eu gosto de falar que a equipe gestora da escola é apenas coadjuvante nesses processos. Os professores são os verdadeiros guerreiros que levam para frente um programa dessa importância”, completa o diretor do CEF 507, Elisson dos Santos.

 

Secretária de Educação do DF – Hélvia Paranaguá; professor Davi Oliveira e secretário de Educação Básica do MEC – Mauro Rabelo. Foto: Mary Leal, Ascom/SEEDF

 

Talento em prol da educação

 

Durante a visita nas dependências da escola, os representantes do Ministério da Educação e da Secretaria de Educação conheceram o trabalho do professor Davi Oliveira. Ele é servidor da rede pública do DF desde 2003 e utilizou seu talento como marceneiro para reformar os quadros das 18 salas de aula do CEF 507.

 

Eu nasci numa marcenaria e sempre cultivei essa paixão. Vi que os quadros da escola precisavam de uma melhoria e consegui fazer esse trabalho com apoio da direção da escola e da minha esposa, Tatiana, que também é servidora da Secretaria e me ajudou nesse processo”, conta Davi. Ele dá aula de ciências naturais para estudantes da unidade faz 8 anos.

 

Temos que valorizar essas pessoas que fazem tudo pela educação, que vão além para proporcionar um ambiente acolhedor para os estudantes”, destaca a secretária de Educação do DF, Hélvia Paranaguá.

 

Veja mais fotos aqui

CEF 507 de Samambaia participa do Programa Brasil na Escola