Governo do Distrito Federal
23/03/22 às 11h03 - Atualizado em 6/10/22 às 18h47

Coordenadores iniciam curso para o NEM

Dividido em duas etapas, serão trabalhadas as disciplinas tradicionais da FGB e os itinerários formativos (IFs)

Ana Carolina Leal, Ascom/SEEDF

 

Secretária de educação, Hélvia Paranaguá, participa de aula inaugural e reforça a importância da Eape na formação dos profissionais | Foto: André Amendoeira, Ascom/SEEDF

 

A Secretaria de Educação do Distrito Federal, por meio da Subsecretaria de Educação Continuada dos Profissionais e Educação (Eape), realizou a aula inaugural do Novo Ensino Médio para os coordenadores das escolas 81 unidades, que estão em contato pela primeira vez com o modelo de aprendizagem.

 

No primeiro semestre, os professores formadores da Eape vão trabalhar as disciplinas tradicionais da Formação Geral Básica (FGB). Na segunda etapa, serão ministradas oficinas sobre os Itinerários Formativos (IFs), abordando as orientações para as eletivas das áreas de conhecimento já escolhidas pelos alunos.

 

O professor Marcos Bau Brandão é um dos seis formadores da Eape que estarão à frente destas aulas e oficinas. Ele informou que vão ministrar para os coordenadores das escolas todas as atualizações e materiais que fazem parte do novo programa do Ensino Médio, para que eles repassem todo o aprendizado e conhecimento adquirido aos professores. “Acreditamos que esta mudança veio agregar ao ensino, uma vez que precisamos que a escola esteja sempre interessante”, pontuou o professor.

 

Avanço na educação

 

Com o objetivo de estimular, desde o ensino médio, as aptidões nas áreas que poderão seguir no futuro, os alunos, de acordo com a secretária de Educação, Hélvia Paranaguá, vão ter uma série de possibilidades. “É um grande avanço na vida dos nossos estudantes. Uma oportunidade única”, enfatizou a secretária ao lembrar que todos estão passando por momentos de questionamentos, mas juntos e com o auxílio da Escola de Formação, a confiança será adquirida aos poucos e com tranquilidade.

 

Foto: André Amendoeira, Ascom/SEEDF

 

Temos um grande diferencial que é esta Escola de Formação. Vamos construir juntos este novo momento”, reforçou a subsecretária da Educação de Formação Continuada, Maria das Graças Machado, durante a aula inaugural, realizada nesta terça-feira (23). “É certo que a educação precisava mudar e se adequar ao momento, inclusive o Ensino Médio. Nossos alunos querem se sentir pertencentes e nada melhor que a escola para fazer isto. Acreditamos que a mudança vai somar e construir uma melhor convivência entre eles.

 

Entre 2020 e 2021, o DF contou com essa modalidade em 12 unidades escolares-piloto, que aplicaram o formato para mais de seis mil alunos. Agora, ampliar este novo modelo para as outras unidades de ensino é, segundo a subsecretária de Educação Básica, Solange Foizer, um momento singular na história da educação. “Desejamos um excelente trabalho de formação para melhor impactar nossos estudantes”, completou Solange.

 

Governo do Distrito Federal